Medprev
Saúde mental

Como ajudar alguém com depressão?

Revisado pela Equipe de Redação da Medprev

como-ajudar-alguem-com-depressao.jpg

A depressão é um transtorno complexo e debilitante, caracterizada por sentimentos persistentes de tristeza, falta de interesse ou prazer, baixa autoestima e alterações no sono e no apetite.

Através de uma abordagem empática e cuidadosa, é possível fazer uma diferença positiva na vida da pessoa e ajudá-la a enfrentar esse desafio com maior resiliência e esperança.

Veja neste post, algumas estratégias eficazes sobre como ajudar alguém com depressão!

O que é a depressão?

A depressão é uma doença que afeta a saúde mental e que precisa de diagnóstico para ser tratada adequadamente.
Para quem lida com pessoas depressivas, é muito importante compreender as causas da doença para auxiliar na prevenção, tratamento e suporte adequado.

Pessoas com depressão podem sentir uma profunda sensação de vazio, desesperança e isolamento emocional. Por isso, é necessário não minimizar os sentimentos da pessoa, mas buscar meios de oferecer apoio.

Sintomas da depressão

Reconhecer os sintomas da depressão é fundamental para identificar a doença e buscar o tratamento adequado. Veja a seguir os principais sintomas da depressão.

Sintomas Físicos

Entre os principais sintomas físicos da depressão estão as mudanças no padrão de sono. Pessoas com depressão podem apresentar insônia ou excesso de sono, podendo ter dificuldade em adormecer, acordar durante a noite ou sentir uma fadiga constante.

Outro sintoma é a perda ou ganho de peso significativo sem uma razão aparente. Algumas pessoas podem perder o interesse na comida, enquanto outras podem recorrer à alimentação como uma forma de lidar com suas emoções.

Entre outros sintomas físicos comuns, estão:

  • dores de cabeça;
  • dores musculares;
  • problemas digestivos;
  • tensão corporal.

Sintomas Psicológicos

Pessoas depressivas podem apresentar sintomas psicológicos, como sentimentos persistentes de tristeza, humor deprimido constante, sensação de vazio e sem esperança.

Além disso, também pode apresentar perda de interesse em atividades que antes eram prazerosas, um sinal bastante comum e que pode afetar nos relacionamentos, trabalho e outras atividades.

Outros sintomas psicológicos da depressão, são:

  • sentimento de culpa e inutilidade;
  • baixa autoestima;
  • falta de foco;
  • excesso de pensamentos negativos;
  • dificuldade para aprender.

Sintomas Comportamentais

A depressão também pode causar sintomas comportamentais, como isolamento social, levando a pessoa a evitar compromissos sociais e até se sentir desconfortável em determinados ambientes. Além disso, pessoas deprimidas constantemente se sentem cansadas, sem energia e falta de motivação.

Em casos mais graves, a depressão pode levar a pensamentos que trazem riscos à vida.

Como ajudar alguém com depressão?

Quando se trata de apoiar alguém com depressão, é essencial abordar a situação com empatia, compreensão e cuidado.

Existem diversas maneiras de oferecer suporte a essa pessoa, desde fornecer suporte emocional até promover um ambiente saudável.
A seguir, veja algumas estratégias que podem fazer a diferença na jornada de recuperação de uma pessoa deprimida.

Buscando apoio profissional

A maneira mais importante de ajudar alguém com depressão é encorajar a busca de ajuda profissional. Um psicólogo ou psiquiatra especializado pode fornecer um diagnóstico adequado e estabelecer um plano de tratamento individualizado.

Incentivar a pessoa a marcar uma consulta e estar disponível para acompanhá-la, se necessário, também pode ajudar significativamente.

Oferecendo suporte emocional

Oferecer um suporte emocional adequado é fundamental para auxiliar no processo de recuperação e bem-estar do indivíduo que enfrenta essa doença.

O suporte emocional envolve compreensão, empatia e apoio emocional, sendo um elemento importante para que a pessoa se sinta acolhida, compreendida e amparada.

Veja a seguir de que forma é possível oferecer suporte emocional!

1. Estar presente e ouvir atentamente

Permitir que a pessoa compartilhe seus sentimentos sem julgamento em um lugar seguro é um grande apoio. Um ouvinte atento auxilia na validação das emoções da pessoa e na criação de um ambiente seguro para se expressar.

2. Seja paciente e compreensivo

A depressão pode causar alterações no humor, energia e motivação da pessoa. Por isso, é importante ser paciente e compreensivo em situações no qual há desânimo e sentimentos de falta de esperança. A recuperação leva tempo e cada pessoa tem seu próprio ritmo.

3. Incentivo a atividades positivas

Estimular a pessoa a se envolver em atividades que trazem bem-estar, como hobbies, exercícios físicos ou caminhadas ao ar livre, por exemplo, pode ajudar a melhorar o humor e reduzir os sintomas da depressão.

4. Evitar julgamentos

Evitar fazer comentários negativos, minimizar a condição ou culpar a pessoa por sua situação é fundamental para que os sintomas e os episódios depressivos não piorem.

É essencial lidar com a depressão de forma responsável e cuidadosa, uma vez que essa condição de saúde é uma doença que precisa de tratamento.

Promovendo um ambiente saudável

Promover um ambiente saudável é fundamental para o bem-estar e recuperação de alguém que enfrenta a depressão.
Aprenda como construir um ambiente saudável a seguir.

1. Ofereça suporte prático

Ajudar a pessoa com tarefas práticas do dia a dia, como fazer compras, preparar refeições ou cuidar das responsabilidades domésticas pode ser uma grande ajuda.

A depressão pode afetar a energia e a capacidade de concentração, tornando essas tarefas simples um verdadeiro desafio.

2. Estabeleça uma rotina saudável

A depressão causa mudanças no padrão de sono, apetite e atividades motoras. Ajudar a pessoa a estabelecer uma rotina saudável, com horários regulares para dormir, comer e realizar outras atividades, pode ser um grande diferencial na recuperação da saúde mental.

Uma rotina estruturada pode fornecer uma sensação de estabilidade e previsibilidade, o que pode ser reconfortante para alguém com depressão.

3. Incentive a socialização

A depressão pode levar ao isolamento social e à retirada das atividades sociais. Incentivar a pessoa a manter contato com amigos e familiares, por exemplo, é uma forma de ajudar a combater a solidão, que muitas vezes acompanha a depressão.

4. Eduque-se sobre a depressão

Buscar conhecimento sobre a depressão pode ajudar a entender melhor os desafios que uma pessoa depressiva enfrenta.

Ler livros e artigos sobre o assunto pode ajudar a compreender o quadro de saúde da pessoa, além de ser uma forma de mostrar comprometimento e apoio.

Cuidando de si mesmo

Ao ajudar alguém com depressão, é essencial manter o autocuidado mental e físico. Confira algumas dicas para cuidar de si!

1. Busque apoio

Procurar uma rede de apoio confiável para compartilhar as próprias preocupações e emoções é importante para não se sentir com sobrecarga.
Compartilhar as experiências com pessoas que entendam sobre o assunto pode ser reconfortante e também ajudar a enfrentar os desafios com mais resiliência.

2. Estabeleça limites saudáveis

Reconhecer as próprias necessidades e não sentir culpa por não estar disponível sempre que preciso é necessário para manter a saúde mental. Estabelecer limites claros e buscar ajuda sempre que preciso é importante para que tanto a pessoa depressiva quanto conexões próximas possam manter sua relação de forma saudável.

3. Pratique o autocuidado

Reservar um tempo para cuidar de si mesmo e se envolver em atividades que tragam alegria e relaxamento é fundamental para a saúde.
Isso pode incluir atividades como:

  • exercícios físicos;
  • meditação;
  • ler um livro.

Priorizar o autocuidado não é egoísmo, é uma necessidade para a manutenção do bem-estar emocional.

Conclusão

Ajudar alguém com depressão requer compreensão, paciência e apoio contínuo. Ao buscar ajuda profissional, oferecer suporte emocional, promover um ambiente saudável e manter o autocuidado, é possível fornecer um suporte significativo para uma pessoa que está sofrendo de depressão.

Também é importante lembrar-se de que cada pessoa é única e pode responder de maneira diferente ao tratamento e ao suporte oferecido. Independente do tipo de quadro depressivo, é essencial buscar ajuda profissional de um psicólogo e/ou psiquiatra para tratamento e cuidados adequados.

25/07/2023   •   há 10 meses