Medprev
Doenças

Crise de ansiedade pode matar?

Revisado pela Equipe de Redação da Medprev

crise-de-ansiedade-pode-matar.png

Crises de ansiedade têm se tornado cada vez mais comuns em pessoas de diferentes faixas etárias, principalmente depois da pandemia. Uma das maiores preocupações de quem lida com episódios como esse, é sobre sua gravidade, já que os sintomas podem surgir esporadicamente e evoluir significativamente ao longo do tempo.

Respondendo à pergunta, não, a crise de ansiedade não pode matar diretamente, mas seus efeitos podem torná-la um agravante para quadros de saúde crônicos ou graves já existentes.

Para saber mais sobre a crise de ansiedade, acompanhe esse post até o final!

O que é crise de ansiedade?

A ansiedade é uma resposta natural do organismo a situações que trazem preocupação. Porém, quando sua ocorrência se mantém frequente e afeta a qualidade de vida, torna-se um transtorno.

A crise de ansiedade é o período em que os sintomas da ansiedade surgem, trazendo prejuízos ao bem-estar.

Geralmente está relacionada a causas (gatilhos) específicos e tem duração maior do que as crises de pânico. Além disso, pode ser evitada e tratada com profissionais como o clínico geral, psicólogo e o psiquiatra.

Sintomas da crise de ansiedade

Seja temporariamente ou de forma recorrente, alguns sintomas físicos e psicológicos podem ser notados durante uma crise de ansiedade, como:

  • Tremores;
  • Desconforto abdominal;
  • Diarreia;
  • Falta de ar;
  • Enjoo;
  • Alterações na frequência cardíaca;
  • Fala alterada;
  • Tontura.

Em muitos casos, é possível controlar a ansiedade e reduzir os seus sinais, porém quando a crise é parte do transtorno e não recebe tratamento adequado, pode agravar o quadro de saúde do paciente.

Quando a crise de ansiedade é perigosa?

Sentir ansiedade em momentos pontuais é comum, mas quando há crises de ansiedade frequentes e até mesmo ataques de pânico, é preciso ter um cuidado redobrado.

Pessoas com doenças relacionadas à pressão alta e/ou coração estão mais propensas a sofrerem com consequências perigosas após uma crise de ansiedade.

Sintomas como dores no peito e sensação de morte próxima podem ser causadas pela ansiedade, mas também podem ser resultado de um ataque cardíaco ou outros problemas graves.

Para impedir consequências graves, é preciso saber o que fazer durante uma crise de ansiedade, como buscar ajuda médica.

Qual é a diferença entre crise de ansiedade e ataque de pânico?

Crise de ansiedade e ataque de pânico podem ser confundidos devido às suas similaridades em relação aos sintomas. Mas há algumas diferenças entre ambos, como:

  • Enquanto as crises de ansiedade podem ter uma duração mais prolongada, os ataques de pânico são passageiros;
  • As crises de ansiedade geralmente têm causas definidas, como entrevistas, viagens e provas. Já os ataques de pânico podem acontecer subitamente e sem uma causa específica;
  • Nas crises de ansiedade, o indivíduo comumente consegue melhorar sem a necessidade de atendimento médico, mas nos ataques de pânico os sintomas podem levar à busca por atendimento emergencial.

Como prevenir a crise de ansiedade?

Para evitar crises de ansiedade, é preciso manter cuidados em médio e longo prazo, como:

  • Manter hábitos alimentares equilibrados, saudáveis e de acordo com o perfil do indivíduo;
  • Exercitar o corpo para ajudar a prevenir diversos tipos de problemas que podem agravar a ansiedade, como doenças cardíacas e hipertensão;
  • Fazer terapia e/ou buscar ajuda profissional para cuidar da saúde mental;
  • Investir no autoconhecimento para descobrir quais são as possíveis causas da ansiedade e o que ajuda a trazer bem-estar;
  • Fazer planejamentos para facilitar a organização das responsabilidades e compromissos. Com um melhor gerenciamento do tempo, é possível evitar gatilhos para crises de ansiedade;
  • Chás e remédios naturais para ansiedade também podem auxiliar a amenizar os seus sinais iniciais e a prevenir uma crise.

É importante lembrar que embora os cuidados citados anteriormente possam ajudar a evitar uma crise, somente um profissional pode indicar o tratamento adequado.

Consulta com clínico geral, psicólogo ou psiquiatra por valores acessíveis

Se você precisa de atendimento médico profissional para lidar com a ansiedade, conte com a Medprev. São mais de 70 especialidades disponíveis para agendamento por preços acessíveis.

10/05/2023   •   há um ano


Fique por dentro das campanhas e cupons da Medprev

Declaro que li e aceito os e a

Relacionados

6 sintomas que podem indicar pedra na vesícula

Sarampo, catapora e rubéola: saiba a diferença

Quais são os principais sintomas da AIDS?

O que é Hepatomegalia? Conheça os sintomas, tratamentos, causas e como se prevenir

Como prevenir e tratar herpes

Ver mais