BLOG MEDPREV

Dia do Cardiologista: 7 dicas para manter o coração saudável

Alguns hábitos simples como adicionar certos alimentos à sua dieta, caminhar e dormir bem estão entre as melhores formas de evitar as doenças cardíacas.

O coração é o maior símbolo do amor – nada mais justo para o órgão responsável por bombear o sangue para todo o corpo. Considerando toda essa importância, é claro que o profissional que cuida do coração merece uma homenagem especial: por isso, em 14 de agosto, comemoramos o Dia do Cardiologista.

O cardiologista é o médico que se especializou no diagnóstico, no tratamento e na prevenção das doenças que afetam o coração e o sistema vascular, como pressão alta, arritmia, insuficiência cardíaca, derrame e infarto.

Aproveitando a ocasião, que tal conhecer algumas dicas para manter o coração saudável e cuidar bem de você mesmo? Confira:

1. Tenha uma alimentação saudável

Seguir uma alimentação rica em frutas, legumes, verduras, grãos integrais, leguminosas e carnes magras é a melhor maneira de garantir que seu organismo receba todos os nutrientes necessários para realizar suas funções, inclusive as do coração.

Da mesma forma, é necessário evitar o consumo excessivo de açúcar e sal, pois esses ingredientes elevam o risco de doenças como diabetes e hipertensão, as quais, por sua vez, aumentam o risco cardíaco.

Além disso, procure fazer várias pequenas refeições ao longo do dia e monte pratos variados e coloridos, de modo a oferecer a maior diversidade possível de vitaminas e minerais para o seu corpo e a ficar dentro da faixa de peso ideal.

2. Consuma gorduras boas

Além de ter uma alimentação saudável em geral, é importante saber que algumas gorduras ajudam a proteger o coração por aumentar o colesterol bom (HDL), diminuir o colesterol ruim (LDL) e reduzir a pressão arterial. 

Essas são as gorduras insaturadas, também chamadas de “gorduras boas”, que estão presentes em alimentos como: 

  • Abacate;
  • Azeite de oliva;
  • Castanhas (nozes, castanha-de-caju, castanha-do-pará, amêndoas etc.);
  • Peixes gordurosos (salmão, atum, sardinha, truta);
  • Sementes (chia, linhaça, pepitas de girassol).

3. Evite gorduras ruins

Da mesma forma como devemos incluir gorduras boas em nossa alimentação, devemos evitar as ruins, que aumentam o colesterol LDL e a pressão arterial, elevando o risco cardíaco. 

dicas para manter o coração saudável

Este é o caso da gordura trans e das gorduras saturadas (quando consumidas em excesso), que estão presentes em grandes quantidades nos seguintes alimentos:

  • Gordura trans: salgadinhos de pacote, congelados industrializados, fast-food, margarina, sorvetes, pipoca de micro-ondas, bolachas recheadas e outros produtos processados;
  • Gordura saturada (prejudicial quando consumida em excesso): carnes gordurosas, leite e iogurte integrais, queijos, manteiga, nata, torresmo, linguiça e gema de ovo.

4. Tenha uma rotina de atividades físicas

O sedentarismo é um dos maiores fatores de risco para a obesidade e os problemas cardiovasculares. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, um em cada três adultos não pratica nenhum tipo de atividade física, o que representa uma verdadeira epidemia de sedentarismo.

Uma boa ideia para evitar esse fator de risco é encontrar um parceiro de exercícios, como um amigo, um filho ou o cônjuge, para que vocês se motivem mutuamente. Caminhar 30 minutos por dia, por exemplo, já fará muito bem ao coração.

5. Abandone o tabagismo e evite o álcool

O tabagismo é uma das principais causas de morte evitável no mundo todo, sendo responsável por 12% das mortes da população adulta. 

O cigarro contém cerca de 5 mil substâncias prejudiciais em sua composição, elevando o risco de diversos tipos de doenças, especialmente as doenças cardiovasculares, como hipertensão, angina (dor no peito), derrame e infarto. Parar de fumar pode ser difícil, mas é necessário para a melhora da saúde do coração.

O consumo moderado a excessivo de álcool, por sua vez, também contribui para um aumento no risco cardiovascular por elevar a pressão arterial e os níveis de glicose e colesterol no sangue. Nem mesmo um consumo considerado leve é isento de riscos. O consumo elevado agrava ainda mais as chances de problemas cardíacos.

6. Reserve tempo para relaxar e descansar

O estresse causado pelo excesso de trabalho, cobranças, problemas pessoais e familiares e ansiedade, por exemplo, estimula a liberação de adrenalina e cortisol. Entre outros efeitos no organismo, essas substâncias aumentam os batimentos cardíacos, elevam a pressão arterial e favorecem o ganho de peso, que são fatores de risco para o coração.

dia do cardiologista

Esse risco também aumenta para quem dorme pouco ou mal: há estudos que demonstram que pessoas que dormem menos de seis horas por dia têm 27% mais chances de desenvolver aterosclerose (formação de placas de gordura nas artérias), enquanto aquelas que acordam muitas vezes durante a noite têm um risco 34% mais alto.

Portanto, cuidar bem do coração também significa reservar tempo para fazer suas atividades preferidas, encontrar os amigos, se divertir com a sua família, descansar e dormir bem.

7. Visite o cardiologista periodicamente

Se você não tiver histórico pessoal ou familiar de problemas cardiovasculares, é recomendável se consultar com o cardiologista a partir dos 40 anos, quando o risco de doenças aumenta. Porém, caso sua família tenha tendência a esse tipo de condição, esse acompanhamento pode começar mais cedo, até mesmo na adolescência.

Na consulta, o médico pode avaliar sua pressão arterial e seus batimentos cardíacos, além de solicitar exames como teste de esforço, eletrocardiograma e holter, entre outros, para ter certeza de que está tudo bem.

Que tal aproveitar o Dia do Cardiologista para deixar a saúde do seu coração em dia? Agende sua consulta e seus exames com o aplicativo do MEDPREV ou pelo nosso site.

Fonte(s): CalendarrBoa FormaAbril SaúdeSociedade Brasileira de CardiologiaOrganização Pan Americana da SaúdeFundação FioCruz e Revista Veja

posts relacionados
Dia Nacional da Saúde: saiba como o MEDPREV auxilia na promoção da saúde
Leia mais...