BLOG MEDPREV

Como prevenir o AVC?

Mais de 100 mil pessoas morem no Brasil todos os anos por causa dos acidentes vasculares cerebrais. Saiba como prevenir o AVC e fique longe desse mal.

Conhecido popularmente como derrame, o acidente vascular cerebral (AVC) consiste na interrupção do fornecimento de sangue para o cérebro, causando danos muito sérios no corpo todo. Saber como prevenir o AVC e colocar essas medidas em prática é fundamental para a nossa saúde.

A gravidade de um AVC depende da área do cérebro que foi afetada e também da extensão do acidente. Por isso, algumas pessoas podem ter apenas sintomas temporários, como perda da visão periférica, enquanto outras podem ter sequelas permanentes (perda dos movimentos, dificuldades de fala etc.) ou ir a óbito.

Felizmente, a medicina já sabe muito bem como prevenir o AVC. Saiba o que você pode fazer para evitar um derrame e preservar a sua saúde:

Controle a pressão arterial

Mais de 80% dos pacientes que sofrem um derrame têm pressão alta, fazendo com que a hipertensão seja o principal fator de risco de um AVC. Essa doença pode causar lesões nas paredes dos vasos sanguíneos, tornando-as mais propensas a endurecer e entupir. Assim, manter a pressão arterial abaixo de 12/8 é fundamental para evitar os derrames.

O controle da pressão arterial ou da hipertensão depende de uma série de fatores, como a prática de exercícios físicos, a adoção de uma dieta com baixos níveis de sódio e o uso contínuo de medicamentos.

Monitore a glicose e controle a diabetes

A diabetes vem logo depois da hipertensão na lista dos fatores de risco de um AVC. Essa doença aumenta ainda mais a pressão e causa um endurecimento das paredes das artérias, favorecendo o surgimento de coágulos que podem obstruir um vaso do cérebro e causar um derrame.

Dessa forma, é importante monitorar os níveis de glicose no sangue e seguir o tratamento proposto pelo médico em caso de diabetes, que pode incluir o uso de medicamentos orais, injeções de insulina e controle da alimentação.

Mantenha níveis saudáveis de colesterol

Quando está em excesso, o colesterol ruim (LDL) tende a se acumular dentro das artérias, formando placas que impedem o fluxo sanguíneo. Com isso, as artérias ficam endurecidas e ocorre um prejuízo na irrigação cerebral, diminuindo a quantidade de oxigênio que chega aos neurônios e aumentando o risco de um AVC.

A melhor forma de evitar o excesso de colesterol ruim é reduzir o consumo de carnes vermelhas, embutidos e queijos muito gordurosos, que são as principais fontes de LDL na nossa alimentação. Consuma esses alimentos no máximo duas vezes por semana, dando preferência aos peixes e aves sem pele.

Evite o sobrepeso e a obesidade

Pessoas acima do peso correm mais risco de desenvolver hipertensão e diabetes, duas doenças que aumentam muito as chances de um AVC. Por isso, é fundamental estar dentro da faixa de peso ideal para o seu biótipo e idade.

Seguir uma dieta saudável e praticar exercícios físicos regulares são a chave para emagrecer ou manter o peso. Dietas malucas devem ser evitadas, pois os quilos perdidos costumam ser recuperados pouco tempo depois.

Adote uma dieta saudável

Muitos dos fatores de risco de um derrame estão relacionados aos hábitos alimentares. Por isso, uma das medidas fundamentais de como prevenir um AVC é adotar uma dieta saudável, com muitas frutas, verduras e legumes todos os dias, carnes magras e pouca gordura.

Dê preferência aos alimentos ricos em fibras, como os vegetais e os cereais integrais, que ajudam a controlar os níveis de gordura e açúcar no sangue e prolongam a sensação de saciedade.

É importante também reduzir o consumo de sal (cloreto de sódio) ao mínimo possível. Para isso, não acrescente sal à comida já preparada e evite temperos prontos, que são ricos em sódio.

Prefira temperar a comida com ervas como alecrim, manjericão, salsinha e cebolinha. Tenha cuidado também com alimentos muito processados, como salgadinhos de pacote e pratos congelados, que contêm um teor de sódio muito elevado.

Pratique exercícios físicos

Encontre uma atividade física que você goste, como caminhar ao ar livre, dançar, nadar ou andar de bicicleta, e pratique-a regularmente.

Esse hábito melhora a circulação e a oxigenação dos tecidos, regula a pressão arterial, reduz o risco de diabetes e é uma das principais formas de controlar o peso – ou seja, a atividade física melhora muitos fatores que poderiam levar a um derrame.

Pensando em como prevenir o AVC, recomenda-se fazer exercícios por 30 minutos pelo menos cinco dias por semana. Inicie a prática de forma gradual e sempre respeite os limites do seu corpo. Os exercícios não devem causar tonturas ou dores no peito.

Fique longe do cigarro

O cigarro causa o endurecimento das artérias e favorece a formação de coágulos, duplicando as chances de um AVC. Por isso, não fumar e manter-se longe da fumaça do cigarro de outras pessoas é uma excelente forma de prevenir os derrames e uma série de outras doenças muito sérias, como o câncer e o enfisema pulmonar.

Evite o consumo de bebidas alcoólicas

O consumo exagerado de álcool favorece o surgimento de coágulos no sague, eleva a pressão arterial e aumenta o risco de doenças cardiovasculares, piorando vários fatores de risco para o AVC.

Por isso, deve-se observar o consumo máximo de bebida alcóolica permitido por dia. Para os homens, esse limite é alcançado com 2 latas de cerveja ou 2 taças de vinho (150 ml cada) ou 2 doses de uísque (50 ml cada). As mulheres podem consumir apenas metade dessas quantidades.

Tenha acompanhamento profissional no uso da pílula

Os anticoncepcionais orais à base de estrogênio podem elevar as chances de um AVC se a mulher apresentar outros fatores de risco, como histórico familiar de derrame, distúrbios da coagulação ou enxaqueca com aura.

Por isso, o uso da pílula com estrogênio deve ser feito sempre com acompanhamento do ginecologista ou do clínico geral, de forma a avaliar se este método anticoncepcional é adequado para a paciente.

As melhores formas de como prevenir o AVC consistem em adotar hábitos de vida saudáveis, que também ajudam a prevenir uma série de outras doenças, como problemas cardíacos e vários tipos de câncer. Vale a pena cuidar de você mesmo.

Fonte(s): Coração Alerta, Minha Vida, Veja, Associação AVC  e World Stroke Campaign

Tags: Saúde, cuidado do corpo, medprev, hospital, clínicas, agendamento, avc, acidente vascular cerebral

Voltar para   BLOG MEDPREV

posts relacionados
7 hábitos saudáveis que melhoram a qualidade de vida e saúde masculina
Leia mais...