Blog

Saúde

Pré-natal: tudo que você precisa saber

Poucos períodos requerem tantos cuidados com a saúde como a gravidez. Durante os nove meses que antecedem o nascimento de uma criança, várias mudanças ocorrem no corpo da mulher – […]

Poucos períodos requerem tantos cuidados com a saúde como a gravidez. Durante os nove meses que antecedem o nascimento de uma criança, várias mudanças ocorrem no corpo da mulher – e estar atenta a todas elas é o melhor caminho para evitar possíveis sustos.

Esse período de acompanhamento da gestão é conhecido como pré-natal. Ele compreende não apenas as consultas regulares a um médico como também a realização de exames de acompanhamento, tanto para verificação da saúde da mãe quanto da criança. Os cuidados devem prosseguir também após o parto.

O que é pré-natal?

O pré-natal é o período de acompanhamento da mulher gestante desde o momento da descoberta da gravidez até os dois meses seguintes ao parto. No caso de gravidez planejada, os cuidados podem começar ainda antes da concepção, com exames que verificam se o corpo da mulher está em condições adequadas para iniciar uma gestação.

De acordo com o Programa de Humanização no Pré-natal e Nascimento (PHPN) promovido pelo Ministério da Saúde, a recomendação é que sejam realizadas pelo menos seis consultas médicas durante esse período. Esse número pode variar de paciente para paciente e algumas mulheres podem precisar de mais consultas.

Além das visitas periódicas ao médico, existe ainda a recomendação para que sejam realizados diversos exames ao longo do período, incluindo os laboratoriais (como o hemograma completo) e os de imagem (como as ultrassonografias). A lista de exames obrigatórios inclui os seguintes:

  • Hemograma completo;
  • Ultrassonografias;
  • Tipagem sanguínea e fator Rh;
  • Coagulograma;
  • Glicemia de jejum;
  • Sorologias para hepatite B, VDRL (Sífilis), HIV, toxoplasmose, rubéola e citomegalovírus;
  • Protoparasitológico de fezes (exame de fezes);
  • Colpocitologia oncótica.

Além deles, exames complementares podem ser solicitados, de acordo com as características de cada paciente. Em cada caso, cabe ao médico responsável pelo acompanhamento fazer as requisições necessárias.

Entendendo as consultas e exames do pré-natal

Em linhas gerais, as consultas obrigatórias do período pré-natal são divididas da seguinte forma: uma no primeiro trimestre, duas no segundo trimestre e três no terceiro trimestre. A primeira consulta é a mais longa de todas, pois é quando o médico fará um diagnóstico completo da gestante, incluindo histórico do paciente, hábitos de vida e de alimentação e esclarecimento de dúvidas.

É o momento também no qual muitos exames serão solicitados e, somente após a avaliação dos resultados e que orientações mais detalhadas sobre cuidados que devem ser tomados na gravidez serão repassadas para a futura mãe. Muitos dos exames serão repetidos no segundo e terceiro trimestres da gravidez.

Os principais exames têm as seguintes finalidades:

  • Hemograma completo: avalia a anemia, sintoma comum em gestantes.
  • Tipagem sanguínea e fator Rh: utilizado na prevenção de eritroblastose fetal, doença causada por incompatibilidade do tipo sanguíneo da mãe com o a da criança.
  • Coagulograma: avalia a pré-existência (ou não) de problemas sanguíneos.
  • Glicemia de jejum: avalia a existência de diabetes ou pré-diabetes.
  • Sorologias: avaliam a existência de hepatite B, sífilis, HIV, toxoplasmose, rubéola e citomegalovírus.
  • Protoparasitológico de fezes: avalia a existência de infecções intestinais.
  • Papanicolau: avalia alterações no útero.

Você pode agendar todos esses exames pela Medprev. Basta conversar com o seu médico para obter as guias de encaminhamento e depois marcar os exames pelo site.

Exames de ultrassom

Além dos exames laboratoriais, ao longo do período pré-natal recomenda-se a realização de pelo menos quatro ultrassonografias. Inicialmente é feito um ultrassom transvaginal, entre a sétima e oitava semanas de gestação. Ele serve para confirmar se a gravidez é única ou múltipla e se é tópica ou ectópica (local de crescimento do embrião).

Depois é realizado um ultrassom com transluscência nucal, apara avaliação das estruturas fetais. Um terceiro ultrassom é realizado entre a vigésima e vigésima quarta semanas de gravidez para, entre outras coisas, determinar o sexo da criança. Por fim, após a trigésima quinta semana, um último ultrassom é realizado para determinar a posição do bebê no útero.

…..

É natural que durante a gestação os pais tenham muitas dúvidas com relação aos cuidados que devem ser tomados durante a gravidez. Por isso, é extremamente recomendado que as mulheres não deixem de ir a nenhuma das consultas solicitadas pelo médico durante o pré-natal. 

Muitos problemas podem ser identificados e tratados nessa fase, proporcionando uma gravidez mais tranquila e nascimento de uma criança mais saudável. Utilize o site da Medprev para agendar todas as consultas e exames necessários.

Dicas de saúde, novidades e soluções no seu e-mail, cadastre-se já!

Fique tranquilo, não enviamos spam para nossos pacientes.