Blog

Saúde

5 cuidados com a pele no verão

Por mais que o verão seja considerado um período com clima agradável, o fato é que a nossa pele sofre muito mais durante essa época do ano. As altas temperaturas […]

cuidados com a pele no verão

Por mais que o verão seja considerado um período com clima agradável, o fato é que a nossa pele sofre muito mais durante essa época do ano. As altas temperaturas e o contato com a água do mar, por exemplo, são fatores que contribuem para o surgimento de problemas de pele. Saiba quais são os cuidados com a pele no verão.

Diante de um cenário que pode ser considerado mais “extremo” para o nosso corpo, alguns cuidados com a pele no verão precisam ser redobrados. Somente dessa maneira é possível reduzir o envelhecimento precoce e o ressecamento da pele, condições que se não forem controladas podem evoluir para casos mais graves, com infecções ou até mesmo câncer.

E quais cuidados com a pele no verão? Listamos aqui algumas ações simples que podem auxiliar a proteger a sua pele em altas temperaturas.

1. Evite banhos de sol em horários de pico

Entre 10 horas da manhã e 4 horas da tarde é momento em que o sol está mais quente, em razão da sua posição. Por isso, evite banhos de sol durante esse período, pois nesse caso aumenta o risco de que surjam manchas na pele ou que se desenvolva algum tipo de câncer.

Programe o seu dia na praia para tomar sol apenas antes ou depois desse horário. No restante do tempo, abrigue-se sobre um guarda-sol ou em locais cobertos até que a temperatura fique mais amena. Importante: banhos de mar nesse horário também impactam na sua pele, evite-os.

2. Use protetor solar, mesmo em dias nublados

O protetor solar é um item que deve ser considerado obrigatório na sua rotina durante o verão. Antes de sair de casa, passe-o em todas as partes do corpo que ficarão expostas ao sol, como rosto, pescoço, braços e pernas. Se for entrar no mar ou na piscina, reaplique o produto a cada duas horas.

Mesmo que você more em uma cidade que não tenha sol incidindo de maneira tão forte, a recomendação é passar protetor solar da mesma forma. Escolha um produto com fator de proteção de pelo menos 30. Se a sua pele for clara, redobre a atenção, pois certamente você sofrerá mais os efeitos das altas temperaturas.

3. Hidratação da pele: evite o ressecamento

Assim como o nosso organismo necessita ingerir bastante líquido ao longo do dia, a mesma regra vale para a pele. Em dias quentes ela fica mais propensa a ressecar em razão da transpiração. Para combater isso a solução é manter a pele hidratada.

Nesse caso, recorra a cremes hidratantes que tenham em sua composição substâncias como ureia ou vitamina E. Óleos também podem ser uma boa alternativa. O ideal é agendar uma consulta com um dermatologista para que ele possa receitar cremes feitos sob medida para as suas necessidades e de acordo com o seu tipo de pele.

4. Evite banhos em água quente

Se você tem o hábito de tomar banhos quentes e demorados ao longo do ano, saiba que não é uma boa ideia fazer isso nos dias mais quentes. A água em temperatura muito alta é prejudicial à hidratação da pele, pois acaba retirando a camada superficial de gordura que protege o nosso corpo.

Não é à toa que os chuveiros vêm com as opções “verão” e “inverno”. No calor, opte por água fria ou morna. Você verá que a sensação pós-banho será muito mais agradável e sua pele também sentirá os efeitos desse tipo de cuidado. 

5. Ao sair de casa, opte por roupas leves e frescas

Roupas de algodão são as mais indicadas para se utilizar em dias quentes. Tecidos sintéticos como nylon, por exemplo, bloqueiam apenas 30% da radiação UV, deixando mesmo partes cobertas do corpo mais expostas ao sol. Além disso, tecidos sintéticos dificultam a respiração da pele.

Procure utilizar roupas adequadas à estação. Camisetas, camisas, calças e vestidos de cor preta, por exemplo, tendem a reter mais calor e farão com que você se sinta mais sufocado. Utilize ainda chapéus, boné e óculos de sol sempre que precisar caminhar sob o sol.

…..

Ao perceber manchas na pele, queimaduras ou princípios de infecção, agende uma consulta via Medprev com um especialista em dermatologia e realize os exames necessários. Cuidados com a pele no verão e a identificação precoce problemas de pele é essencial no combate às alterações dermatológicas. 

Em casos mais agressivos, esperar seis meses entre o surgimento dos sintomas e o diagnóstico pode ser tempo demais, o que pode levar ao desenvolvimento de tumores de difícil tratamento.

Dicas de saúde, novidades e soluções no seu e-mail, cadastre-se já!

Fique tranquilo, não enviamos spam para nossos pacientes.