Blog

Alimentação

Alimentos Inflamatórios e Exames de Alergias Alimentares (IgG)

O que parecia ser uma refeição agradável de repente se transforma em um grande problema: muitas pessoas acabam descobrindo alergias ou intolerância alimentar a um certo tipo de produto quando […]

alimentos inflamatórios

O que parecia ser uma refeição agradável de repente se transforma em um grande problema: muitas pessoas acabam descobrindo alergias ou intolerância alimentar a um certo tipo de produto quando os consomem.

Você já parou para pensar que aquela sensação de mal-estar que aparece depois de certas refeições pode ter relação direta não com a quantidade de alimento, mas sim com o tipo de comida? Seja uma alergia ou uma intolerância, o fato é que somente o diagnóstico preciso é capaz de tirar a dúvida sobre o que fazer.

Para isso, entenda primeiramente qual é o tipo de problema que você tem e quais são os exames possíveis de serem feitos para se obter o diagnóstico mais correto.

Alergia ou intolerância: existe diferença?

Os dois problemas se confundem principalmente porque compartilham alguns sintomas, como dor de estômago, náuseas, vômito e diarreia. Porém, na verdade falamos aqui de duas condições com causas bastante diferentes.

No caso da alergia alimentar, o sistema imunológico confunde proteínas específicas de alguns tipos de alimentos com invasores. Existem testes feitos na pele que permitem identificar esses alimentos, mas, em geral, a alergia é descoberta quando há uma crise. Amendoim, castanhas, frutos do mar, leite e derivados, ovo e trigo estão entre os mais comuns.

Diferente da alergia, a intolerância alimentar não envolve o sistema imunológico, a IgE e a histamina. Em vez disso, esse problema ocorre em função da dificuldade do organismo em processar determinados alimentos, geralmente causada pela deficiência das enzimas necessárias para digeri-los.

Com isso, acontece um esforço maior do organismo para processar esses produtos e formam-se substâncias consideradas estranhas, o que leva a um desgaste da mucosa do intestino. Outras causas da intolerância alimentar são a síndrome do intestino irritável, a sensibilidade a alguns aditivos e o estresse.

Principais testes de intolerância alimentar

Exame de sangue

Ao realizar um exame de sangue, a amostra pode ser exposta a diversos tipos de alimentos e seus respectivos componentes. No teste sanguíneo, o laboratório mede o grau de ligação do anticorpo da imunoglobina G (IgG) com o alimento em questão. As variações são tabuladas e é possível determinar até mesmo as quantidades de consumo seguras para a saúde.

Teste da Dieta de Eliminação

Aqui, o processo é conduzido por um profissional de nutrição. Nesse caso, grupos de alimentos são isolados e restringidos por um período e uma avaliação de saúde é realizada. Todo e qualquer efeito reativo, seja ele forte ou fraco, é registrado e, com isso, torna-se possível descartar aqueles alimentos capazes de provocar problemas de saúde.

Teste citotóxico

Os testes do tipo citotóxicos seguem os mesmos princípios dos exames sanguíneos. Entretanto, a diferença aqui fica por conta da forma de reação que se estabelece para julgar se um alimento é nocivo ou não para a saúde do paciente. Os glóbulos brancos podem encolher e/ou se liquefazer durante a análise, o que seria um indicativo de problemas. Apesar de possível, é um teste considerado menos preciso.

…..

Agora que você já sabe qual a diferença entre alergia e intolerância alimentar, fica mais fácil entender o que acontece com o seu organismo. Isso, porém, não dispensa o acompanhamento médico para que você tenha um diagnóstico correto e o melhor tratamento para a sua condição.

Se você possui algum sintoma que possa ser caracterizado como intolerância alimentar ou alergia, agende uma consulta pelo Medprev e realize os exames laboratoriais necessários para descobrir a causa do problema. Na maioria dos casos, é possível ter uma vida muito mais saudável quando isolamos os fatores que nos fazem mal.

Dicas de saúde, novidades e soluções no seu e-mail, cadastre-se já!

Fique tranquilo, não enviamos spam para nossos pacientes.