Blog

Alimentação

7 mitos e verdades sobre o chocolate amargo

Não há quem não resista a saborear um bom chocolate amargo. Mesmo para quem está de dieta, um pedacinho por dia pode ser benéfico para a saúde, o que você […]

mitos e verdades sobre o chocolate amargo

Não há quem não resista a saborear um bom chocolate amargo. Mesmo para quem está de dieta, um pedacinho por dia pode ser benéfico para a saúde, o que você pode fazer é abusar. Porém, você sabia que alguns chocolates são mais benéficos do que outros?

É o caso do chocolate escuro e amargo. Isso se deve ao fato de que ele tem mais cacau em sua composição, o que consequentemente resulta em menos açúcares e gorduras saturadas. Há muitos mitos que cercam o chocolate, e algumas pessoas chegam a apontá-los até mesmo como vilões, mas na prática não é assim.

Vale lembrar que a inclusão ou exclusão de qualquer alimento na dieta deve vir sempre acompanhada de orientação nutricional. Portanto, antes de decidir qual é a quantidade ideal de chocolate para consumir diariamente, agenda uma consulta com um profissional de nutrição via Medprev.

1. Chocolate mais amargo é melhor para a saúde?

Verdade. Como já mencionamos, quanto maior for a quantidade de cacau na composição do chocolate, mais benefícios o alimento trará para a saúde. Nesse caso, opte pelos chocolates com mais de 50% de cacau na composição, pois eles têm menores índices de açúcar e de gorduras saturadas.

2. Chocolate ajuda a reduzir o colesterol?

Verdade. Claro, não é para abusar do alimento, mas a gordura do cacau é considerada uma “gordura do bem”, tendo efeito positivo sobre os nossos índices de colesterol. Quando você opta por chocolates mais amargos, com maior índice de cacau, o resultado é que eles podem até mesmo reduzir os índices de colesterol.

3. Chocolate diet é sempre melhor para quem está de dieta?

Mentira. Nem todos os chocolate diet são mais indicados. Se por um lado eles não têm açúcar, por outro eles podem ter maiores quantidades de manteiga de cacau, o que os torna mais calóricos. Na dúvida, consulte seu nutricionista, mas em geral alimentos dietéticos são voltados apenas para diabéticos ou para quem possui algum tipo de restrição no consumo de açúcar.

4. Chocolate amargo não engorda?

Mentira. O chocolate amargo, assim como os demais tipos de chocolate, quando consumido em grandes quantidades contribui para o aumento de peso. Tenha em mente que esse é um alimento calórico e cerca de 25 gramas por dia já é mais do que suficiente para fornecer aproximadamente 100 kcal. Consuma, mas não abuse.

5. Consumir chocolate causa acne?

Mentira. Esse é um conceito bastante difundido, mas não há comprovação científica de que isso realmente ocorre. A acne é consequência de um desequilíbrio hormonal, o que não tem relação com o chocolate. Porém, estamos falando de um alimente com alto índice glicêmico, o que em pacientes com problemas hormonais pode ser um agravante da condição.

6. Chocolate branco não traz benefícios para a saúde?

Verdade. Se você quiser eliminar um tipo de chocolate da sua dieta, elimine o branco. Ele é produzido a partir de uma mistura de manteiga de cacau com outros ingredientes e, por essa razão, as propriedades presentes no chocolate amargo não existem aqui. Para piorar, o chocolate branco é mais calórico e tem mais gorduras saturadas.

7. Chocolate é um alimento afrodisíaco?

Verdade. Ele possui propriedades que contribuem para o aumento de serotonina, substância responsável pelas sensações de prazer e felicidade. Além disso, outra substância, a feniletilamina, atua como uma afrodisíaco ao estimular o hipotálamo, o que contribui para o aumento do desejo sexual.

…..

Incluir ou excluir o chocolate na sua dieta é uma decisão que deve ser tomada somente após uma consulta com um profissional de nutrição. Por isso, agende uma consulta via Medprev com um nutricionista antes de fazer essa escolha. O que é fato, e que você pode considerar sempre, é que chocolate mais amargo ou com maior índice de cacau é mais benéfico para a saúde. Porém, modere as quantidades consumidas.