logo
Ortopedista

Ortopedista em Rio Azul - PR

Consulta com Ortopedista em Rio Azul - PR por VALORES REDUZIDOS. Agende agora mesmo pela Medprev!

Médico com um estetoscópio no pescoço

Há mais de 20 anos a Medprev facilita seu acesso a saúde

Agendamento Rápido

Agende data e hora das suas consultas e exames sem burocracia.

Rede Médica Parceira

Um grande número de profissionais e especialistas à sua disposição

Valores Reduzidos

Sem mensalidades ou taxas, pague somente quando usar.

Como funciona?

É fácil e rápido. Sem complicações!

1
Escolha o profissional, procedimento, dia e horário.
2
Pague pelo site com valores reduzidos.
3
Compareça na local na data e horário escolhidos.

Qual a opinião de quem já usou?

Pessoas
Angela Maria Ribeiro dos Santos

"Mto bom faz anos que uso desde floripa"

Pessoas
Aparecida Laura

"Muito bom,recomendo, atendimento tanto pelo watts como presencial ótimo, preço das consultas que cabe no bolso."

Pessoas
Eliane Basso Machado

"Já fiz consulta lá e ótimo muito bem atendida, recomendo 😉"

Pessoas
José Luiz Brustolin

Já tivemos eu e minha esposa várias experiências com a MedPrev. Todas elas perfeitas, atendimento de VOCÊS É PERFEITO! CONTINUEM SEMPRE ASSIM.

Pessoas
Maria Elisabete Felicio

Super recomendo ótimo atendimento,e valores bem acessível nas consultas

O que é ortopedia?

Ortopedia é a área da medicina que diagnostica, trata e previne doenças do sistema locomotor, incluindo ossos, músculos, tendões, articulações e ligamentos. No Brasil, a ortopedia também inclui a traumatologia, que lida com os problemas do sistema musculoesquelético.

Diferença entre ortopedia e traumatologia

É comum que haja dúvidas em relação às diferenças entre ortopedia e traumatologia, já que ambas as especialidades possuem características em comum.

As duas áreas atuam no estudo, análise e diagnóstico de doenças na estrutura musculoesquelética, porém a traumatologia é inteiramente dedicada aos traumas. Ou seja, é derivada da ortopedia.

É através dessa especialidade que podem ser tratadas diversas doenças, condições e lesões, como fraturas, rompimentos e também problemas que afetam a locomoção.

Tanto o ortopedista quanto o traumatologista podem trabalhar em conjunto para tratar o paciente, especialmente em casos de acidentes e lesões graves.

O que faz um ortopedista?

O médico ortopedista trata doenças ortopédicas de natureza variada, como deformidades, perda de função, fraturas, torções e luxações que atinjam ossos, músculos, ligamentos, articulações etc.

Para isso, ele faz consultas, solicita exames, estabelece diagnósticos, prescreve medicamentos, indica tratamentos como fisioterapia e exercícios físicos e realiza cirurgia ortopédica. Saiba mais sobre o que faz um ortopedista em diferentes áreas:

  • Trauma ortopédico: é o tratamento de fraturas, luxações e torções, que podem ser causadas por acidentes de trânsito, pancadas durante a prática esportiva, quedas, esmagamentos etc.;
  • Coluna: a dor nas costas é um dos principais motivos para procurar o médico ortopedista. Nesse caso, ele pode diagnosticar a causa do problema (como hérnia de disco, desvios de colunas, artrose etc.), prescrever um tratamento medicamentoso ou até mesmo realizar uma cirurgia de coluna;
  • Ombro: dedica-se ao tratamento de fratura da clavícula e úmero, luxações, bursite e outras lesões que atingem o ombro, muitas vezes causadas pela prática esportiva, com ou sem cirurgia ortopédica;
  • Cotovelo: o ortopedista trata problemas que atingem ossos, músculos, tendões e ligamentos do cotovelo, como fraturas, cotovelo retraído, cotovelo de tenista, cotovelo de golfista, síndrome de pronador e bursite;
  • Mão e punho: a área inclui o tratamento de deformidades congênitas ou adquiridas, síndrome do túnel do carpo, tendinite, fraturas etc., com ou sem cirurgia de mão;
  • Quadril: nessa área, o médico ortopedista é especializado nas lesões e problemas que atingem o quadril, como deslocamento, bursite e fraturas (muitas vezes causadas pela osteoporose);
  • Joelho: o ortopedista avalia e trata condições que afetam o joelho, como diversos tipos de artrite e lesões de cartilagem, ligamento e tendões, incluindo a cirurgia de joelho;
  • Pé e tornozelo: o médico ortopedista trata lesões congênitas, como o pé torto, e lesões adquiridas, como fascite plantar e joanete, podendo realizar cirurgia ortopédica em caso de fraturas e luxações;
  • Pediatria: o ortopedista pediátrico avalia e trata problemas como pé torto e outras anomalias congênitas, dificuldades para andar, fraturas e outras doenças ortopédicas em crianças e adolescentes;
  • Onco-ortopedia: é a área que diagnostica e trata o câncer ósseo, além de tumores em tecidos moles e cartilagens.

Entre as doenças e condições que podem ser tratadas pelo ortopedista, estão:

  • Bursite, no qual há uma inflamação na região das bursas (tecido entre as articulações que impede que ossos e tendões sofram com o atrito), gerando dor, desconforto, fraqueza dos músculos e formigamento. Podem afetar outras regiões do corpo, mas é comum principalmente nos ombros;
  • Artrose do ombro (também conhecida como Omartrose), no qual as articulações dos ombros se degeneram e causam dores e estalos quando são realizados movimentos específicos;
  • Artrose acromioclavicular, no qual há a degeneração de uma região localizada entre a clavícula e o acrômio, podendo gerar desde dores e inchaços, até limitação do movimento e rigidez;
  • Tendinite, no qual os tendões (principais suporte para a estrutura do corpo e sistema locomotor) sofrem com o início do desenvolvimento de inflamações, causando dores, problemas no movimento, espasmos, fraqueza, inchaços e vermelhidão. Geralmente é causada por movimentos repetitivos e pode se tornar uma condição crônica se não for tratada;
  • Escápula alada, no qual a escápula (osso localizado nas costas) possui posição errada e atrapalha os movimentos do corpo, além de causar dores e desconforto;
  • Artropatia do manguito rotador, no qual há lesões de tendões na região do manguito rotador (localizada no ombro). É mais comum em idosos e é causada principalmente por lesões já existentes no local;
  • Luxação, no qual há um deslocamento do osso ou da articulação (podendo ser parcial ou completa), gerando dores e limitando os movimentos. É causada geralmente por acidentes e lesões durante a prática de esportes;
  • Dor ciática, no qual o nervo ciático sofre com o desenvolvimento de um processo inflamatório. Pode ser causada tanto pela hérnia de disco quanto pela pressão de um esporão na coluna;
  • Estenose da coluna lombar, no qual o estreitamento na região (causado principalmente pelo envelhecimento) pode levar ao surgimento de dores durante movimentos específicos, como subir e descer escadas;
  • Lombalgia, no qual há uma lesão muscular na região lombar, causando dores;
  • Mielopatia cervical, no qual há uma compressão em uma região específica da medula espinhal, causando dormência e afetando os movimentos. É mais comum em pessoas de mais idade;
  • Osteoartrite, no qual os tecidos localizados nas pontas dos ossos (cartilagens) se deterioram. Dessa forma, há um atrito que gera dor e problemas de locomoção.

Quando ir ao ortopedista?

A consulta com ortopedista não costuma fazer parte dos cuidados de rotina com a saúde. Contudo, não se deve esperar que os desconfortos se agravem para procurar esse especialista, pois eles podem se tornar incapacitantes e dificultar o tratamento. Dessa forma, alguns exemplos de quando ir ao ortopedista são:

  • Dores na coluna, joelho, tornozelo, quadril, punho, ombros e outras articulações;
  • Dores que retornam depois de uma lesão;
  • Problemas posturais;
  • Desvios na coluna;
  • Deformidade dos pés ou outros membros;
  • Desproporcionalidade no tamanho dos membros;
  • Rigidez, inchaço ou calor nas articulações;
  • Formigamento nos membros.

Além disso, pessoas que têm tendência a desenvolver doenças ortopédicas ou que apresentem uma condição crônica, como artrite, artrose e osteoporose, devem fazer o acompanhamento contínuo com o ortopedista.

Como é uma consulta com ortopedista?

A consulta com ortopedista começa com uma entrevista na qual o médico vai perguntar ao paciente os motivos que o trouxeram até ali. Ele também vai perguntar sobre o estilo de vida, o ambiente de trabalho, problemas de saúde anteriores e histórico médico familiar.

Em seguida, o médico ortopedista fará o exame físico e poderá solicitar exames complementares para confirmar o diagnóstico, como radiografia, tomografia computadorizada e ressonância magnética.

A partir das observações do exame físico e dos achados nos exames complementares, o ortopedista pode recomendar um tratamento com medicamentos, exercícios físicos, fisioterapia ou cirurgia ortopédica.

O que falar para o ortopedista?

É importante estar preparado para a consulta, de forma a ajudar o médico a chegar ao diagnóstico correto e indicar o melhor tratamento. Saiba o que falar para o ortopedista:

  • Relate detalhadamente a queixa que levou você ao consultório;
  • Informe quais são os sintomas, quando eles começaram e se há alguma situação que alivie ou agrave o quadro;
  • Tenha em mãos uma lista com os medicamentos que você toma;
  • Leve seus exames anteriores;
  • Informe ao médico sobre doenças que aparecem com frequência na sua família.

Quanto custa uma consulta com ortopedista?

Cada ortopedista tem um valor de consulta específico, não sendo possível definir o seu custo exato.


Agende uma consulta com Ortopedista em Rio Azul - PR

Se você procura por um Ortopedista em Rio Azul - PR por valores sociais, conte com a Medprev. Aqui você agenda consultas e exames por valores acessíveis, sem mensalidade e sem taxa de adesão.