BLOG MEDPREV

8 remédios caseiros para candidíase

Coceira na região íntima? Eses é um dos principais sintomas da infecção por cândida. Conheça alguns remédios caseiros para candidíase que ajudam a aliviar esse e outros desconfortos.

A candidíase é uma infecção causada por um fungo que frequentemente afeta a vagina, mas também pode aparecer em locais como boca (o popular “sapinho”), garganta, pênis, pele, unhas e até mesmo o sangue. Se você está enfrentando esse problema, saiba que existem alguns remédios caseiros para candidíase que você pode experimentar.

A Candida albicans, espécie de fungo que causa essa infecção, existe naturalmente em nosso corpo sem causar prejuízos. Porém, há algumas situações que favorecem o desenvolvimento excessivo desse microrganismo, levando ao surgimento da candidíase.

Algumas das situações mais comuns que propiciam a infecção são as quedas na imunidade (como em gestantes e diabéticos), uso de antibióticos (que alteram o pH e a flora), estresse e longos períodos utilizando roupas íntimas úmidas e que impedem a ventilação. Embora possa ser transmitida por meio de relações sexuais desprotegidas, a candidíase não é considerada uma DST.

A infecção se manifesta por meio de manchas esbranquiçadas quando atinge a boca e por meio da irritação quando atinge a pele. No caso das partes íntimas, os sintomas são coceira, vermelhidão, inchaço, ardência ao urinar e corrimento no caso das mulheres.

Se você está enfrentando esses sintomas, é possível experimentar estes remédios caseiros para candidíase para aliviar o incômodo:

1. Iogurte natural

O iogurte natural contém lactobacilos que ajudam a reequilibrar a flora vaginal, por isso ele pode ser utilizado diretamente na região para criar um ambiente desfavorável ao desenvolvimento do fungo causador da candidíase.

Com o auxílio de uma seringa sem agulha, aplique o iogurte natural dentro da vagina 2 vezes ao dia durante 3 dias. Para evitar que o iogurte escorra para a calcinha, você pode usar um absorvente. Também é possível colocar o iogurte em um absorvente interno e inseri-lo no canal vaginal, deixando agir por 3 horas.

Uma dica para aumentar seu conforto é retirar o iogurte da geladeira alguns minutos antes de utilizá-lo, evitando inseri-lo na vagina ainda muito frio. O iogurte também pode ser aplicado no pênis se necessário.

2. Banho de assento com camomila

A camomila é uma erva conhecida por suas propriedades calmantes e anti-inflamatórias, o que ajuda a aliviar a irritação e a coceira causadas pela candidíase vaginal.

Para fazer o banho de assento, coloque 3 colheres de sopa de camomila seca em uma bacia e adicione um litro de água quente. Verifique a temperatura da água com cuidado para não se queimar e sente-se sobre a bacia durante 5 minutos.

3. Banho de assento com vinagre de maçã

O vinagre de maçã tem propriedades antissépticas, ajudando a combater os microrganismos causadores da candidíase, e contribui para o reequilíbrio do pH vaginal.

Para preparar o banho, basta misturar meia xícara de vinagre de maçã com água morna em uma bacia e sentar-se sobre ela por 5 minutos. O procedimento deve ser feito 2 ou 3 vezes por dia.

4. Bicarbonato de sódio

O bicarbonato de sódio pode ser utilizado tanto para combater a candidíase oral quanto a vaginal. Para tratar a candidíase na boca, prepare uma solução a 5% (50 gramas de bicarbonato para 1 litro de água) e faça bochechos, cuspindo o produto em seguida.

No caso da candidíase vaginal, a mesma solução deverá ser preparada com água morna para que você faça um banho de assento. Permaneça sentada sobre a bacia por 15 minutos diariamente durante uma semana.

5. Alho

O alho é conhecido por seu efeito de fortalecimento do sistema imunológico e combate aos microrganismos causadores de doenças.

No caso da candidíase, recomenda-se ingerir pelo menos 2 dentes de alho por dia, preferencialmente crus (como em saladas) para que suas propriedades sejam mais bem aproveitadas.

6. Chá de uva-ursina

As folhas de uva-ursina contêm substâncias que combatem a multiplicação dos microrganismos causadores da candidíase peniana e vaginal. Dessa forma, seu chá pode ser consumido por homens e mulheres que apresentem esse problema.

Para prepará-lo, coloque 2 colheres de chá de folhas de uva-ursina em uma xícara e complete com água fervente, deixando em infusão por 5 minutos. Espere o chá ficar morno e beba em seguida. Indica-se consumir 3 vezes por dia.

7. Chá de poejo

O chá de poejo combate a reprodução dos fungos que causam a candidíase oral. Para prepará-lo, utilize 1 colher de sopa de flores ou folhas de poejo picadas e 1 xícara de água fervente, deixando a infusão abafada por 15 minutos.

Em seguida, com o auxílio de um chumaço de algodão ou uma gaze, passe o chá de poejo na mucosa bucal 3 ou 4 vezes por dia.

8. Óleo de orégano

O responsável pelas propriedades antifúngicas do óleo de orégano é o carvacrol, uma substância que também apresenta efeitos antimicrobianos e antioxidantes, que ajudam a recuperar a saúde das mucosas.

Existem dois remédios caseiros para candidíase feitos a partir do óleo de orégano: o primeiro deles consiste em misturar 3 gotas do óleo com uma colher de sopa de azeite de oliva e aplicar na região afetada. O segundo remédio, por sua vez, deve ser utilizado por via oral, bastando acrescentar 3 gotas do óleo em 200 ml de água e beber duas vezes ao dia.

Caso os remédios caseiros para candidíase não surtam efeito em poucos dias ou você esteja enfrentando infecções recorrentes, é essencial procurar atendimento médico. O tratamento pode envolver o uso de medicamentos antifúngicos e uma mudança de hábitos para eliminar a situação que esteja facilitando o desenvolvimento dos microrganismos.

Fonte(s): Minuto Saudável, Tua Saúde, Nursing, Bio Som e Green Me

Tags: Saúde, cuidado do corpo, medprev, hospital, clínicas, agendamento, candidíase, remédios caseiros

Voltar para   BLOG MEDPREV

posts relacionados
Vacina faz bem ou mal à saúde? 7 mitos e verdades sobre vacinação
Leia mais...