BLOG MEDPREV

O que diz a cor da urina?

A cor da urina pode revelar desde uma ingestão exagerada de beterraba até mesmo infecções urinárias e tumores. Saiba o que diz a cor da urina.

O que você faz depois de fazer xixi? Se você é daquelas pessoas que dão descarga sem nem dar uma discreta conferida na sua urina, saiba que vale a pena dar uma espiadinha, pois esse fluido tem muito a revelar sobre a nossa saúde.

Produzida pelos rins a partir da filtração do sangue, a urina é um dos principais mecanismos do corpo para eliminar substâncias desnecessárias e subprodutos do metabolismo, os quais poderiam causar prejuízos se ficassem acumulados.

A água corresponde a 95% da composição da urina, enquanto os 5% restantes são formados por ureia, toxinas, alguns minerais e outras substâncias. Contudo, dependendo da ingestão de determinados alimentos ou medicamentos ou da presença de um problema de saúde, pode haver uma alteração na composição desse fluido, levando a uma mudança na sua coloração.

Veja o que diz a cor da urina e o que ela pode revelar sobre a sua saúde:

1. Urina amarelo-clara

Esta é a cor normal da urina. Se você não estiver sentindo nenhum sintoma como ardência, dor ou dificuldade para urinar, provavelmente significa que seu organismo está bem hidratado devido à ingestão da quantidade ideal de água e que seus rins estão funcionando bem.

2. Urina transparente

Quando a urina fica clara demais, isso é um sinal de que ela está muito diluída. Nesse caso, a primeira coisa a fazer é avaliar se você está tomando água em excesso, o que faz os rins trabalharem mais para eliminar os líquidos desnecessários.

Além disso, a urina pode ficar transparente em quadros de diabete descontrolada, o que também faz com que a pessoa precise ir ao banheiro com mais frequência.  

3. Urina amarelo-intensa

Um tom amarelo-intenso indica que a urina está mais concentrada, uma situação oposta à da urina transparente. Essa cor é considerada normal para a primeira urina da manhã, pois passamos várias horas sem ir ao banheiro e sem tomar água.

Porém, caso ela apareça durante o dia, é preciso aumentar sua ingestão de líquidos e observar o que acontece na próxima vez que você fizer xixi, pois seu corpo pode estar com um leve grau de desidratação.

4. Urina amarelo-escura ou cor de mel

A urina de coloração amarelo-escura pode indicar níveis mais altos de desidratação, o que pode ser resolvido ao aumentar a ingestão de água e evitar atividades intensas que elevem a produção de suor.

Porém, se esse tom permanecer por vários dias ou passar do amarelo-escuro para a cor de mel ou até mesmo para um castanho, isso pode ser sinal de uma desidratação mais profunda, risco aumentado de formação de cálculo renal e problemas no fígado.

5. Urina laranja

A urina pode ficar laranja devido a um alto consumo de alimentos ricos em betacaroteno, como abóbora, caqui, cenoura, mamão e manga, ou à ingestão de suplementos vitamínicos ou alguns medicamentos. Nesse caso, a alteração da cor da urina é temporária e não é sinal de problemas.

Contudo, se o tom laranja persistir por vários dias ou ficar mais intenso, ele pode indicar desidratação, problemas na vesícula ou doenças do fígado.

6. Urina rosa ou vermelha

Uma das causas mais comum da urina rosa ou vermelha é uma grande ingestão de beterraba ou alimentos com corante vermelho, o que não representa uma ameaça para o organismo.

Porém, essas tonalidades também podem acontecer pela presença de sangue. Para as mulheres em período menstrual, trata-se de uma alteração temporária que ocorre pela mistura dos fluidos depois de sua eliminação pelo corpo, sem indicar problemas.

Se esse não for o caso, é preciso investigar a causa da urina rosa ou vermelha, pois a presença de sangue pode indicar infecção urinária, pedra nos rins e até mesmo alguns tipos de câncer, como o câncer de próstata ou de rim.

7. Urina azul ou verde

Geralmente, essas cores são resultado da ingestão de medicamentos que contêm azul de metileno, um corante que é excretado pelos rins e se mistura com a urina, deixando-a mais azulada ou esverdeada.

Além disso, esses tons podem surgir devido ao consumo de aspargos e de alguns tipos de bebidas coloridas, como a cerveja verde típica da Irlanda, ou em função de uma infecção bacteriana.

tabela de cor da urina

Quando procurar o médico

Qualquer alteração persistente na cor da urina deve ser investigada pelo urologista, que é o médico especialista no trato urinário e no sistema reprodutor masculino, ou pelo nefrologista, que é especialista na saúde dos rins.

Sintomas como ardência, dificuldade ou dor ao urinar e aumento ou redução da frequência urinária também são motivos para buscar orientação profissional.

Além de fazer a avaliação física, o médico provavelmente solicitará um exame de urina. Trata-se de uma técnica simples que consiste em analisar características físicas como cor, densidade e pH da urina e fazer a dosagem de substâncias como glicose, hemácias e células de defesa.

Acesse o site do MEDPREV ou utilize o aplicativo para marcar consulta com o urologista ou o nefrologista e agendar o exame de urina e outros testes solicitados pelo médico.

Fonte(s): Abril SaúdeDrauzio Varella e Ativo Saúde

posts relacionados
Transformações que ocorrem no corpo da mãe após o parto e durante a amamentação
Leia mais...
Mito ou verdade: banho quente pode queimar calorias?
Leia mais...