BLOG MEDPREV

O que é e qual é a importância do Dia Mundial do Combate ao Câncer?

Doença é responsável por cerca de 8 milhões de mortes no mundo todos os anos, mas diagnóstico precoce poderia reduzir significativamente esse número.

O dia 8 de abril é marcado como o Dia Mundial de combate ao Câncer. A data chama a atenção da população com relação à prevenção da doença, que é a segunda que mais mata pessoas em todo o mundo. 

Estima-se que todos os anos cerca de 8 milhões de pessoas morram em decorrência da neoplasia. No Brasil, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima cerca de 625 mil novos casos apenas em 2020. O país também celebra no dia 27 de novembro o Dia Nacional de Combate ao Câncer.

Conscientização no combate ao câncer: por que ela é tão importante?

Múltiplos fatores podem resultar no desenvolvimento de câncer nos pacientes. O fumo, o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, o uso de substâncias químicas, a exposição prolongada ao sol, a alimentação inadequada e o envelhecimento natural do corpo humano são algumas das causas.

De acordo com dados do Inca, entre as mulheres o tipo de câncer mais comum é o de mama, respondendo por 29,7% dos casos. Casos de câncer de cólon e reto, colo de útero, pulmão e tireoide vêm na sequência. Entre os homens, os casos mais comuns são de câncer de próstata, com 29,2%. Cólon e reto, pulmão, estômago e cavidade oral vêm a seguir.

Apesar dos números de mortes serem altos, muitos óbitos poderiam ser evitados se o diagnóstico fosse realizado precocemente. Quanto mais cedo for feita a detecção do problema, mais simples é o tratamento e maiores são as chances de cura do paciente. Por outro lado, casos de tumores malignos em estágios mais avançados podem resultar em morte do paciente.

É por esse motivo que é tão importante realizar exames para identificar possíveis desenvolvimentos dessa doença. Ao saber quais ações devem ser realizadas para minimizar as chances de aparecimento de um câncer, o paciente reduz a probabilidade de ser acometido pela doença. Ainda, caso seja, o diagnóstico em estágio inicial aumenta as chances de bons resultados no tratamento.

O que é e como prevenir o câncer?

O câncer é uma forma de mutação genética que resulta em alterações no DNA das células. Ao receberem as instruções erradas para suas funções. No estágio de iniciação, as células são preparadas para receberem o efeito de agentes cancerígenos, chamados oncopromotores. De forma lenta e gradual eles transformam a célula iniciada em uma célula maligna. A multiplicação descontrolada de células malignas leva a um estado irreversível.

É importante ressaltar que nos estágios de iniciação e promoção, nem sempre o paciente apresenta sintomas. Porém, quando o câncer é detectado em estágio de promoção ele pode ser tratado e controlado, evitando que se espalhe. No estágio de progressão é quando ocorrem as primeiras manifestações clínicas da doença. Infelizmente, em alguns casos, pode ser tarde demais para que o tratamento possa ter bons resultados.

Como já mencionamos, o câncer é uma doença de múltiplas causas e com diversas formas de manifestação. Entretanto, o Inca lista uma série de indicações que podem auxiliar na prevenção da doença.

  • Não fume: o fumo é uma das principais causas do câncer de pulmão ou de cavidade oral. As substâncias tóxicas liberadas pelo cigarro, quando inaladas por fumantes ou não fumantes, são propícias para o desenvolvimento da doença.
  • Tenha uma alimentação saudável: a ingestão de alimentos de origem vegetal é benéfica para a prevenção do câncer. Em contrapartida, devem ser evitados alimentos ultra processados. Aposte em uma dieta rica de frutas, legumes, verduras e cereais integrais.
  • Mantenha o peso adequado: uma alimentação saudável combinada com atividades físicas regularem são fatores que ajudam o paciente a manter o peso corporal adequado para sua idade e estatura. Esse fator, quando controlado, diminui os riscos da doença.
  • Faça atividades físicas: as atividades físicas também são consideradas um fator de prevenção contra o desenvolvimento do câncer. Independentemente da sua escolha, opte por um estilo de vida no qual o sedentarismo não tenha espaço.
  • Amamente seu filho: crianças de até seis meses não devem consumir outro alimento que não seja o leite materno. A amamentação até os dois anos de vida contribui para proteger as mulheres contra o câncer de mama e as crianças contra a obesidade infantil.
  • Mulheres devem fazer o exame preventivo do câncer de colo de útero: mulheres com idade entre 25 e 64 anos devem fazer a cada três anos o Papanicolau, exame que detecta possíveis alterações nas células do colo do útero.
  • Vacine contra HPV: meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos devem tomar a vacina contra o HPV. Ela é disponibilizada gratuitamente na rede pública de saúde e previne o desenvolvimento de neoplasia.
  • Vacine contra Hepatite B: para prevenir o câncer de fígado, a vacina contra a Hepatite B é uma das alternativas mais importantes. Ela pode ser tomadas por pessoas de qualquer idade e está disponível gratuitamente na rede pública de saúde.
  • Não consuma bebidas alcoólicas em excesso: bebidas alcoólicas contribuem para aumentar o risco de desenvolvimento de câncer. Quando combinadas com outros fatores, como o fumo, elas aumentam as chances de desenvolvimento da doença.
  • Evite o consumo de carnes processadas: produtos como salsicha, linguiça, bacon, salame e mortadela aumentam as chances de desenvolvimento de câncer. Os principais problemas são os conservantes, prejudiciais ao intestino, e o sal, prejudicial ao estômago.
  • Evite a exposição ao sol em horário de pico: para evitar o câncer de pele, recomenda-se que as pessoas não fiquem expostas ao sol entre as 10h e as 16h. Use chapéu ou boné para a proteção da cabeça e aplique protetor solar em toda a pele exposta.
  • Evite agentes cancerígenos: certos agentes químicos podem causar câncer quando a pessoa se expõe continuamente a eles. Trabalhadores devem usar equipamento de proteção individual para não se expor a esses produtos.

 .....

Além dos cuidados com a prevenção, é recomendável realizar também exames preventivos a cada um ou dois anos. Utilize o aplicativo da Medprev para agendar a sua consulta com um médico. Ele poderá orientá-lo melhor sobre quais exames precisam ser realizados, de acordo com a sua idade e seu estilo de vida.

posts relacionados
Ansiedade: o que é, quais são os sintomas e causas e como tratá-la
Leia mais...
Quando a febre se torna perigosa para o organismo?
Leia mais...