BLOG MEDPREV

Como se prevenir de gripes e resfriados com a chegada do outono?

Evitar aglomerações, lavar as mãos e tomar a vacina todos os anos estão entre as dicas de como se prevenir de gripes e resfriados no outono.

As mudanças dos fatores climáticos a partir do fim de março são acompanhadas por uma frequência maior de doenças respiratórias, que nos fazem espirrar, ter dor de garganta ou ficar com o nariz trancado. Dessa maneira, é importante saber como se prevenir de gripes e resfriados no outono e evitar que eles se tornem problemas mais sérios.

Para isso, a primeira coisa que precisamos entender é que o frio e as mudanças bruscas de temperatura não são os verdadeiros causadores dessas doenças. Na verdade, tanto a gripe quanto o resfriado são causados por vírus que permanecem ativos o ano inteiro, e são os nossos hábitos durante o outono que acabam favorecendo essas infecções respiratórias.

Veja nossas dicas de como se prevenir contra essas doenças e aproveitar apenas o lado bom da nova estação do ano:

Deixe o ar circular e evite aglomerações

Basta uma leve queda na temperatura para que portas e janelas sejam prontamente fechadas, seja no trabalho ou no transporte público. O problema é que essa atitude facilita a transmissão de gripes e resfriados, pois o vírus circula pelo ar em gotículas de saliva expelidas ao falar, tossir ou espirrar.

Desse modo, uma das principais dicas para evitar essas doenças é abrir as janelas para garantir uma boa circulação do ar, especialmente em espaços que reúnem uma grande quantidade de pessoas.

Ainda, crianças, idosos e indivíduos com a imunidade baixa devem evitar aglomerações em lugares fechados, pois essas pessoas são ainda mais vulneráveis a problemas respiratórios.

Reforce a higiene das mãos

Imagine que uma pessoa gripada cobriu a boca com a mão ao espirrar e, logo em seguida, tocou em uma maçaneta para abrir uma porta. Você, que estava distraído, abriu essa mesma porta pouco tempo depois e, sem perceber, levou sua mão ao rosto na sequência. Ao fazer isso, você pode levar o vírus da gripe até a mucosa nasal ou bucal e acabar ficando doente também.

A higiene das mãos é um hábito essencial o ano todo, mas ela se torna ainda mais importante neste período de maior circulação dos vírus, já que há mais pessoas doentes.

Por isso, lave as mãos ao chegar da rua, antes de comer, depois de tossir, espirrar ou assoar o nariz e depois de usar o transporte público. Vale a pena também carregar um frasco de álcool em gel na bolsa para fazer a higienização mesmo que não haja água e sabão disponíveis.

Esteja preparado para as variações de temperatura

Uma das características do outono, principalmente nas primeiras semanas, é que as temperaturas são altas durante o dia, mas sofrem uma queda acentuada conforme anoitece. Assim, é preciso estar preparado para essas variações, especialmente se você passa o dia todo fora de casa.

A explicação para isso não é que o frio deixa os vírus mais ativos, mas sim porque estar mal agasalhado tende a ressecar as mucosas do nariz e da garganta, comprometendo nossas defesas contra os microrganismos e facilitando a instalação de uma gripe ou resfriado.

Beba água mesmo que você não tenha tanta sede

Nos dias de calor extremo do verão, nem precisamos pensar muito para tomar água, certo? Porém, manter a hidratação durante a nova estação também faz parte das dicas de como se prevenir de gripes e resfriados no outono, mesmo que você sinta menos sede.

Além das mudanças de temperatura durante o dia e da diminuição da umidade relativa do ar, os ventos característicos desta época do ano agravam o ressecamento das mucosas ao espalhar partículas de poluição, poeira e outras sujidades.

Essas partículas não são causadoras de gripes e resfriados por si só, mas elas podem irritar o nariz e a garganta, especialmente de pessoas alérgicas, o que as deixa mais suscetíveis a contrair essas infecções respiratórias.

Por isso, mesmo que você não sinta tanta sede assim, é importante continuar tomando pelo menos dois litros de água por dia durante o outono. Esse hábito ajuda a manter suas mucosas em boas condições e evita a entrada dos vírus.

Adapte suas refeições para consumir mais frutas, verduras e legumes

Uma bela salada pode ser bastante convidativa nos dias quentes de verão, mas muitas pessoas sentem certa dificuldade em comer esse tipo de alimento quando a temperatura cai um pouco.

Contudo, manter uma dieta rica em verduras, legumes e frutas é essencial para fornecer ao organismo as vitaminas e sais minerais necessários para que nosso sistema imunológico seja capaz de combater os microrganismos invasores.

Se você faz parte da turma que deixa de consumir esses alimentos porque eles parecem menos atrativos nos dias mais fresquinhos, a dica é recorrer a preparações como legumes refogados, sopas e caldos à base de vegetais e frutas assadas ou aquecidas no micro-ondas – você pode até adicionar uma pitada de canela e mel se desejar.

Tome a vacina da gripe todos os anos

O vírus da gripe, conhecido como influenza, tem diversos subtipos, e eles estão constantemente se modificando por meio de mutações. Por isso, todos os anos a Organização Mundial de Saúde informa quais são os tipos de vírus influenza que estão em circulação, de forma que a vacina da gripe possa ser adaptada.

Você já teve ter ouvido falar bastante no H1N1, que causou uma pandemia de gripe suína entre 2009 e 2010 e vitimou quase 9 mil pessoas. Como esse vírus continua presente, embora com menos intensidade, a vacina da gripe de 2018 continua oferecendo proteção contra ele.

Porém, devido ao surto do vírus H3N2 no último inverno do Hemisfério Norte, a proteção contra ele também foi incluída na vacina deste ano, junto com outros dois vírus (mortos) da influenza B.

Dessa forma, mesmo quem já tomou a vacina no ano passado deve repetir a dose este ano. Ela está disponível na rede pública para os grupos mais vulneráveis da população (como crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes e idosos, entre outros) e na rede privada para todas as pessoas.

Agora que você já sabe como se prevenir de gripes e resfriados no outono, basta colocar essas dicas em prática para aproveitar apenas o lado bom dos dias de temperatura mais amena, sem colocar sua saúde em risco.

Fonte(s): Corpo a Corpo, Alergo Ar, A Tribuna, R7 e Dr. Rondó.

Tags: Saúde, cuidado do corpo, medprev, hospital, clínicas, agendamento, gripe, outono, resfriado, prevenção

Voltar para   BLOG MEDPREV

posts relacionados
Vacina faz bem ou mal à saúde? 7 mitos e verdades sobre vacinação
Leia mais...