BLOG MEDPREV

9 alimentos para prevenir câncer de mama

A lista de alimentos para prevenir câncer de mama inclui diversas opções. Saiba como sua dieta pode ajudar a reduzir os riscos dessa doença.

A melhor forma de evitar o câncer é seguindo um estilo de vida saudável, o que inclui hábitos como praticar atividade física, ficar longe do cigarro e seguir uma dieta equilibrada. Pensando nisso, hoje nós vamos falar sobre os alimentos para prevenir câncer de mama.

Embora muitas pessoas imaginem que o autoexame e a mamografia sejam formas de prevenção, na verdade esses são cuidados que permitem o diagnóstico precoce. Para que realmente seja possível evitar a doença, porém, é necessário incluir os alimentos certos na sua dieta. Conheça os mais importantes:

1. Frutas vermelhas

Frutas como morango, amora, framboesa e mirtilo têm sua coloração característica devido à presença de pigmentos chamados antocianinas. Essas substâncias têm poder antioxidante e evitam a formação dos radicais livres, moléculas que prejudicam o DNA das células e favorecem o desenvolvimento do câncer.

Além disso, essas frutas oferecem boas quantidades de vitamina C, que também é um antioxidante poderoso.

2. Frutas e vegetais amarelos e alaranjados

A coloração amarela ou alaranjada de alimentos como abóbora, batata-doce, cenoura, manga, nectarina e mamão se deve à presença do betacaroteno, um pigmento que protege nosso material genético dos danos causados pela oxidação.

Outro benefício desses alimentos são suas altas concentrações de vitaminas, minerais e fibras, que permitem o bom funcionamento de todo o organismo.

3. Frutas cítricas

As frutas cítricas são as campeãs quando o assunto é vitamina C, um micronutriente capaz de evitar o estresse oxidativo nas células e prevenir o desenvolvimento de diversos tipos de tumor maligno, inclusive o câncer de mama.

Por isso, vale a pena investir em frutas como abacaxi, acerola, maracujá, kiwi, laranja, limão e tangerina, ingerindo pelo menos uma porção todos os dias.

4. Brócolis e outros vegetais crucíferos

Os vegetais crucíferos como brócolis, couve-manteiga, couve-flor e repolho são famosos por seu alto conteúdo de fibras, vitaminas e sais minerais, substâncias essenciais para garantir o bom funcionamento do organismo.

Além disso, eles contêm compostos como o sulforano, que ajuda a combater a formação de células cancerosas. Dessa forma, indica-se o consumo diário de pelo menos meia xícara desses alimentos.

5. Salmão e outros peixes gordurosos

Peixes como salmão, sardinha e atum contêm gorduras insaturadas, que são consideradas boas por proteger a saúde cardiovascular e reduzir o risco de desenvolvimento de vários tipos de câncer.

Essa propriedade se deve também à presença dos ácidos graxos ômega-3, que combatem e previnem a atividade inflamatória – mais um fator de risco para os tumores malignos.

6. Pimenta

As pimentas vermelhas como chili, dedo-de-moça, malagueta e outras variedades são ricas em capsaicina, que confere o sabor picante. Além disso, essa substância age na destruição de células com características de malignidade, ajudando a evitar o câncer de mama.

7. Soja e outras leguminosas

Leguminosas como ervilha, lentilha, feijão e soja contêm fitoestrogênios, um conjunto de substâncias que imitam a ação do estrogênio humano. Dessa forma, os fitoestrogênios diminuem a ação prejudicial do hormônio verdadeiro, que, em excesso, contribui para o desenvolvimento do câncer de mama.

A soja é o alimento que mais se destaca dentro desse grupo, e suas propriedades se estendem para preparações à base dessa leguminosa, como tofu e leite de soja.

8. Tomate

Além de fornecer fibras e vitamina C, o tomate é uma excelente fonte de licopeno, uma substância antioxidante que contribui para a proteção do material genético celular em relação aos radicais livres.

O licopeno é mais bem absorvido pelo corpo quando o tomate passa por um processo de cozimento, de forma que o molho caseiro também pode entrar na lista de alimentos para prevenir o câncer de mama. Contudo, é preciso manter o fogo baixo, pois temperaturas muito altas diminuem suas propriedades antioxidantes.

É importante lembrar que, embora o licopeno se torne mais disponível, o cozimento pode destruir outros micronutrientes, de forma que o mais interessante é manter um equilíbrio no consumo de tomates crus e cozidos.

9. Cereais integrais e sementes

Aveia, cevada, quinoa e sementes como linhaça e chia são muito ricas em fibras, que ajudam a reduzir a absorção de gordura e a formação de substâncias cancerígenas no intestino. Além disso, as fibras “carregam” o excesso de estrogênio e facilitam sua eliminação, o que contribui para a prevenção do câncer de mama.

Para incluir esses alimentos na sua dieta, você pode trocar o pão branco pelo pão integral enriquecido com esses grãos.

Outra forma de potencializar ainda mais esses benefícios é consumir esses cereais e sementes junto com frutas ricas em fibras solúveis, como abacate, pera e banana.

Outras dicas para prevenir o câncer de mama por meio da alimentação

Além dos alimentos que previnem a doença, existem alguns produtos que acabam favorecendo o surgimento do câncer e, por isso, devem ter seu consumo limitado.

Entre eles, destaca-se a carne vermelha, que é rica em gorduras saturadas e favorece os processos inflamatórios no organismo, aumentando o risco do câncer de mama. Dessa forma, recomenda-se limitar seu consumo a três porções semanais, dando preferência aos peixes e aves.

Frituras e alimentos gordurosos em geral, como lanches de fast food, leite integral e queijos amarelos, também devem ser evitados. A ingestão excessiva de gordura está relacionada ao acúmulo de peso (fator que aumenta o risco do câncer) e à elevação do estradiol, um hormônio relacionado ao câncer de mama.

Por fim, doces, refrigerantes e produtos industrializados em geral devem ser consumidos com moderação, pois eles contêm substâncias artificiais que desencadeiam processos inflamatórios no organismo.

Agora que você sabe de todas essas dicas, busque ter uma dieta equilibrada dando preferência aos alimentos para prevenir câncer de mama e limitando o consumo daqueles que aumentam o risco, consumindo estes últimos apenas a ocasiões esporádicas. Sua saúde agradece!

Fonte(s): Vencer o CâncerMinha VidaDelas e Super Interessante

posts relacionados
Vacina faz bem ou mal à saúde? 7 mitos e verdades sobre vacinação
Leia mais...