ELETRONEUROMIOGRAFIA

ELETRONEUROMIOGRAFIA

O que é o exame de eletroneuromiografia?

A eletroneuromiografia é um exame que utiliza estímulos elétricos (choques) para avaliar o funcionamento dos nervos e dos músculos. 

Esse procedimento combina uma técnica que mede a velocidade com a qual os nervos conduzem a corrente elétrica e um método que testa a atividade dos músculos em repouso e em movimento. Em geral, são avaliados os músculos dos braços e das pernas.

Para que serve a eletroneuromiografia?

A eletroneuromiografia serve para identificar lesões que afetam o sistema nervoso periférico, de modo a fazer o diagnóstico ou acompanhar a evolução de diversas doenças, por exemplo:

  • Atrofia muscular progressiva;
  • Distrofias musculares;
  • Esclerose lateral amiotrófica (ELA);
  • Hérnia de disco;
  • Lesões nos nervos da coluna;
  • Miopatias;
  • Neuropatia diabética;
  • Paralisia facial;
  • Polineuropatia;
  • Poliomielite;
  • Síndrome de Guillain-Barré;
  • Síndrome do túnel do carpo.

Além disso, a eletroneuromiografia serve para determinar o grau de comprometimento das estruturas afetadas pela lesão e para auxiliar o médico na escolha do melhor tratamento.

Como é feito o exame de eletroneuromiografia?

O exame de eletroneuromiografia é feito em duas etapas:

Eletroneurografia

Essa etapa consiste em fixar eletrodos na pele e aplicar estímulos elétricos para registrar o trajeto percorrido pela corrente nos nervos periféricos, avaliando seu funcionamento. 

O número de choques aplicados varia conforme o caso. Embora possam causar certo desconforto, sua intensidade é suportável e não traz prejuízos depois do exame.

Eletromiografia

Nessa etapa, são inseridos eletrodos em forma de agulha na pele do paciente até que eles alcancem os músculos. Em seguida, solicita-se que o paciente faça alguns movimentos para que esses eletrodos detectem a atividade elétrica com o músculo relaxado e contraído.

Essa técnica é um pouco dolorosa e pode causar sangramentos pontuais devido à inserção das agulhas. Não há prejuízos depois do exame.

Recomendações para o exame de eletroneuromiografia

Recomenda-se que o paciente compareça à clínica alimentado e que esteja com roupas confortáveis, sem aplicar nenhum tipo de creme, óleo ou outro cosmético nas áreas a serem avaliadas.

O exame de eletroneuromiografia pode ser contraindicado para pessoas que utilizam anticoagulantes ou que apresentam infecção de pele, trombose ou distúrbios da coagulação.

Além disso, em função dos estímulos elétricos, a eletroneuromiografia não pode ser realizada em pessoas que utilizam marca-passo externo ou do tipo desfibrilador ou cateter intracardíaco.

No caso de crianças pequenas, pode ser necessário realizar o exame com sedação, mas não existem riscos particulares para essa faixa etária.

Quanto custa uma eletroneuromiografia?

O preço da eletroneuromiografia varia bastante de uma clínica para a outra, mas não costuma ser um exame acessível. Além disso, embora seja oferecido gratuitamente pela rede pública, ele nem sempre está prontamente disponível, dificultando o diagnóstico e o tratamento da pessoa.

Nesse caso, uma boa solução é agendar seu exame com o MEDPREV, que reúne clínicas que oferecem o exame de eletroneuromiografia por preços populares e a mesma qualidade de atendimento.

Onde fazer eletroneuromiografia em Curitiba?

Utilize o site ou o aplicativo do MEDPREV para descobrir onde fazer eletroneuromiografia em Curitiba e marque seu exame com rapidez e facilidade.

Marcar Exame ou Consulta
O MedPrev oferece mais de 200 especialidades, exames, cirurgias e procedimentos por valores acessíveis
+ de 60 unidades
do MEDPREV espalhadas por todo o Brasil
Localizar Unidade
AGORA AINDA
MAIS FÁCIL

Com o aplicativo MEDPREV
em poucos cliques você  
agenda sua consulta

Quero cadastrar

Receba nossas novidades e soluções
para a sua saúde, cadastre-se já!