Blog

Prevenção

Já ouviu falar em sintomas benignos das mamas?

Já ouviu falar em sintomas benignos das mamas? Conhecer o corpo através do autoexame. De acordo com os médicos, a recomendação é que as mulheres façam o autoexame uma vez […]

sintomas benignos das mamas

Já ouviu falar em sintomas benignos das mamas?

Conhecer o corpo através do autoexame.

De acordo com os médicos, a recomendação é que as mulheres façam o autoexame uma vez por mês, a partir dos 21 anos de idade. 

O período ideal é uma semana após o ciclo menstrual, quando as mamas não estão mais doloridas.

Porém, em alguns casos, após a realização do autoexame, as mulheres se assustam porque sentiram dor ou a presença de um nódulo nas mamas.

Sim, toda e qualquer alteração nas mamas merece atenção.

Porém, é importante lembrar que nem toda alteração indica a presença de algum tipo da doença, mas, sim, pode ser o que chamamos de sintomas benignos das mamas.

Quer saber mais sobre esse tema?

Confira o post que preparamos sobre sintomas benignos das mamas.

 

O que são sintomas benignos das mamas?

Sintomas benignos são aqueles que assustam as mulheres, mas, que, felizmente, não indicam a presença de um câncer de mama.

Um dos principais sintomas benignos, responsável por inúmeras idas ao mastologista, é a mastalgia, popularmente conhecida como dor mamária.

Causada, na sua grande maioria, por alterações hormonais relacionadas ao ciclo menstrual que leva ao acúmulo de líquidos nas mamas, a mastalgia cíclica, como é chamada, afeta cerca de 70% das mulheres. 

É uma dor que, normalmente, afeta ambas as mamas e é descrita como uma fisgada ou uma dor que irradia da mama para a axila e para o braço.

Outro tipo de dor mamária bastante comum, é a chamada dor não-cíclica, que pode ter sua origem:

  • Pelo uso de medicamentos, principalmente os de reposição hormonal;
  • Por causa da amamentação;
  • Devido a algum trauma sofrido na mama;
  • Devido ao tamanho muito grande das mamas;
  • Por causa da gravidez.

 

O que é Fibroadenoma ?

O Fibroadenoma é outro clássico exemplo de sintoma benigno.

Muito frequente em mulheres jovens com idade entre 20 e 30 anos, o Fibroadenoma é um tipo de tumor benigno da mama que pode crescer, em média, até 3 centímetros.

É um tipo de nódulo que não causa dor, é duro e liso ao toque, e se move facilmente sob a pele da mama.

A sua causa ainda é desconhecida, mas pode estar relacionada com os hormônios reprodutivos.

 

Como posso tratar a dor nas mamas?

A princípio, a dor nas mamas desaparece com o passar dos dias. 

Mas quando é muito severa e persistente, o mastologista pode indicar o uso de algum medicamento analgésico por um determinado período.

Contudo, vale lembrar também que praticar algumas mudanças simples no nosso dia a dia, como a adoção de uma dieta mais equilibrada, a prática de algum tipo de atividade física, o controle de peso e a diminuição do consumo de cigarro e bebidas com álcool, além de ajudar a diminuir essa dor, também ajuda a prevenir outras doenças e a cuidar da nossa saúde como um todo.

 

Quando devo procurar um Mastologista ?

Na sua fase inicial, o câncer de mama pode ser percebido por meio de alguns sinais ou sintomas.

Por exemplo:

  • Retração na pele da mama;
  • Mudança no formato do mamilo;
  • Pele da mama avermelhada;
  • Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço;
  • Saída espontânea de líquido dos mamilos, que pode ser até mesmo sangue;
  • Presença de nódulo na mama, geralmente indolor;
  • Muita coceira na mama ou no mamilo.

Ao realizar o autoexame e perceber qualquer um dos sinais ou sintomas citados acima, a recomendação é que a mulher procure imediatamente por um Mastologista.

 

CONCLUSÃO

Enfim, nem sempre o nosso corpo envia sinais de que não está tão bem quanto parece. 

Muitas doenças em sua fase inicial podem aparecer de forma assintomática, ou seja, sem apresentar sintomas aparentes.

Por isso, mesmo sem a presença de algum sinal ou sintoma, é muito importante que a mulher faça regularmente o autoexame.

A partir dos 40 anos de idade, faça exames de rastreamento e visitas ao seu mastologista periodicamente. 

O câncer de mama não espera, e o diagnóstico precoce salva vidas.

Portanto, conte com a Medprev para colocar sua saúde ginecológica em dia.

A Medprev possui mais de  17 mil profissionais de saúde parceiros para que você possa se prevenir por valores reduzidos, pagando somente quando usar! 

Gostou desse conteúdo? 

Compartilhe com um amigo e siga a nossa página no Instagram para receber dicas sobre saúde e bem-estar.