Blog

Doenças

Entenda a diferença entre Hipotireoidismo e Hipertireoidismo

Entenda a diferença entre Hipotireoidismo e Hipertireoidismo. Antes de mais nada, essa é uma dúvida bastante comum entre as pessoas. Tudo começa na tireoide que é a glândula responsável por regular […]

diferença entre hipotireoidismo x hipertireoidismo

Entenda a diferença entre Hipotireoidismo e Hipertireoidismo.

Antes de mais nada, essa é uma dúvida bastante comum entre as pessoas.

Tudo começa na tireoide que é a glândula responsável por regular órgãos como o fígado, rins e o coração.

Com o passar do anos, é normal que a tireoide sofra alterações como Hipotireoidismo ou Hipertireoidismo, por exemplo.

E a diferença entre Hipotireoidismo ou Hipertireoidismo, é o que vamos ver logo abaixo.

 

QUAL A DIFERENÇA ENTRE ELES?

Em primeiro lugar, tanto o Hipotireoidismo quanto o Hipertireoidismo são patologias.

Ou seja, são doenças que tem como causa alterações na produção de hormônios pela glândula tireoide.

O Hipotireoidismo, mais comum entre as mulheres, tem como causa a queda na produção dos hormônios T4 e T3.

Por outro lado, o Hipertireoidismo tem como causa o aumento na produção de hormônios pela glândula tireoide.

Ou seja, produz mais hormônios do que o necessário.

 

SINTOMAS DO HIPOTIREOIDISMO

 Hipotireoidismo é uma doença que afeta todo o organismo.

Entre as queixas mais comuns estão:

  • Pele seca 
  • Falta de memória
  • Queda de cabelos
  • Ganho de peso
  • Mudanças de humor

Além disso, dependendo do grau da doença pode ocorrer inchaço e retenção de líquido.

Ou seja, a pessoa sofre com dificuldade para emagrecer.

SINTOMAS DO HIPERTIREOIDISMO

Entre as queixas mais comuns do Hipertireoidismo, estão:

  • Bócio
  • Tremores
  • Perda de peso 
  • Falta de sono
  • Menstruação irregular

Cerca de 60 a 80% dos casos de Hipertireoidismo são causados pela Doença de Graves.

Ou seja, o próprio sistema de defesa provoca a doença e faz com que a tireoide trabalhe em excesso.

 

COMO É FEITO O DIAGNÓSTICO?

Primeiramente, é necessário realizar dois exames de laboratório.

Ou seja, exames de sangue que medem a quantidade de hormônios na corrente sanguínea, o exame TSH e o exame T4 livre.

Além disso, para uma avaliação mais detalhada da tireóide, são realizados exames exames de imagem e até mesmo biópsia em caso de nódulos suspeitos.

 

QUAL O TRATAMENTO?

O tipo de tratamento depende da idade, da condição física e da gravidade do caso do paciente.

Porém, na maioria dos casos, é realizado com uso de remédios e com acompanhamento nutricional.

 

CONCLUSÃO

Portanto, se você foi diagnosticado com Hipotireoidismo e Hipertireoidismo, ou sente algum desses sintomas, não deixe de consultar com um médico Endocrinologista.

Com a MEDPREV, você agenda consultas e exames por valores acessíveis e só paga quando usar. 

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com um amigo.

E siga a nossa página no no Instagram para receber dicas sobre saúde e bem-estar.