Blog

Saúde

Dia Nacional da Saúde Bucal: cuidados com a saúde bucal dos idosos

A boca desempenha funções importantes em nosso organismo e a falta de cuidados com a saúde bucal pode resultar em problemas de saúde para todo o corpo. Seja na fala, […]

saúde bucal dos idosos

A boca desempenha funções importantes em nosso organismo e a falta de cuidados com a saúde bucal pode resultar em problemas de saúde para todo o corpo. Seja na fala, na mastigação ou na respiração, é essencial tomar alguns cuidados para se manter sempre saudável. Tendo isso em mente, é primordial que pensemos sobre a saúde bucal dos idosos.

Foi pensando nisso que desde 2002, por intermédio da Lei 10.465/2002, foi criado o Dia Nacional da Saúde Bucal. Celebrada sempre no dia 25 de outubro, a data é uma oportunidade para que pessoas de todas as idades possam ser conscientizadas sobre a importância de se visitar um dentista regularmente e de se fazer a completa higienização bucal, que vai muito além da simples escovação.

No caso dos idosos, os cuidados precisam ser redobrados. Embora muitas pessoas ainda convivam com a impressão de que ao envelhecer “perderão os dentes naturais”, na prática essa não é uma regra: mantendo cuidados bucais desde cedo é possível chegar à velhice mantendo uma dentição saudável e livre de problemas.

Quais são os problemas bucais mais comuns na terceira idade?

Em cada fase da vida há problemas mais comuns relacionados à dentição. No caso dos pacientes da terceira idade, a doença periodontal, que afeta a gengiva e os ossos, as cáries e as lesões bucais causadas por próteses mal adaptadas estão entre as condições mais comuns registradas. A boa notícia é que todas elas podem ser perfeitamente evitadas.

O primeiro passo é criar o hábito de fazer visitas regulares ao dentista. O ideal é agenda uma consulta no Medprev e visitar seu dentista de confiança pelo menos uma vez a cada seis meses. Além de uma avaliação periódica, é recomendável ainda realizar uma limpeza completa, reduzindo a placa bacteriana e minimizando os riscos de infecções.

Além disso, adote hábitos de vida saudáveis relacionados à saúde bucal. Quanto mais cedo você começar, melhor. Entretanto, mesmo em idade avançada é possível obter bons resultados a partir do momento que se passa a cuidar da boca com mais atenção. Escovar os dentes pelo menos três ou quatro vezes por dia — ao acordar, após as refeições e antes de dormir — é o básico.

Complemente a limpeza utilizando enxaguante bucal e passando fio dental para remover pedaços de alimentos que não são alcançados pela escova. Evitar o tabagismo, o excesso de alimentos que manchem a resina dos dentes, como o café, o vinho tinto e a beterraba, e beber muita água são recomendações válidas para manter uma ótima saúde bucal. 

Dentição de idosos: os cuidados com dentes sensíveis

À medida que envelhecemos é natural que nossos dentes fiquem mais sensíveis a certos tipos de alimentos. Isso ocorre porque a gengiva se desloca para cima, fazendo com que as raízes dos dentes, que não têm proteção de esmalte, fiquem expostas. Dessa forma, alimentos muito quentes, muito frios ou adocicados podem provocar uma espécie de “choque”, causando dor.

Se perceber sintomas como esses, procure imediatamente um dentista para fazer uma avaliação. Além de evitar o consumo de certos tipos de alimentos, pode ser necessário que você utilize um creme dental mais apropriado. Outro ponto importante a se observar é: dentes sensíveis podem ser um indício de fartura ou cáries. Somente a avaliação profissional e exames mais detalhados é que podem resultar no diagnóstico correto.

Por fim, há que se mencionar ainda cuidados com próteses dentárias, bastante comuns em pessoas da terceira idade. Ela deve ser dimensionada corretamente para a boca do paciente, sem folgas ou elementos que possam causar machucados às gengivas. Ela deve ser retirada diariamente e enxaguada com cuidado para que todos os resíduos alimentares sejam eliminados.

A escovação também deve observar algumas regras, mas essas são válidas para todas as idades: opte por escovas com cerdas macias. Escove a língua e o céu da boca pelo menos uma vez por dia. E, no caso do uso de próteses, tenha uma escova especial para elas e atenção ao produto de limpeza utilizado: sabão neutro e produtos específicos de limpeza dental costumam proporcionar resultados mais interessantes do que os cremes dentais de uso diário.

Na dúvida, agenda uma consulta no Medprev com o seu dentista de confiança e siga todas as orientações dele. Prevenir problemas bucais significa prevenir uma série de problemas de saúde.

Dicas de saúde, novidades e soluções no seu e-mail, cadastre-se já!

Fique tranquilo, não enviamos spam para nossos pacientes.