BLOG MEDPREV

Dia dos Namorados: como manter a saúde do casal em dia

Mais do que trocar presentes e sair para jantar, namorar também significa cuidar de si e do outro. Confira nossas dicas para preservar a saúde do casal.

Namorar é curtir bons momentos juntos, ter sonhos em comum, dar muita risada e saber que você sempre tem uma pessoa ao seu lado para o que der e vier. Porém, namorar também significa ter responsabilidade, especialmente no que diz respeito à saúde do casal.

Afinal de contas, namorados são pessoas que têm uma grande proximidade e intimidade, de forma que os hábitos de vida e as condições de saúde de um dos parceiros podem afetar o outro também. Confira nossas dicas de como manter a saúde do casal em dia:

1. Adotar uma alimentação saudável

O Dia dos Namorados certamente merece um jantar mais caprichado, mas, no dia a dia, é essencial seguir uma alimentação saudável para oferecer ao organismo as quantidades certas de todos os nutrientes.

saúde do casal em dia

Por isso, os parceiros podem incentivar um ao outro a consumir mais alimentos como frutas, verduras, legumes, cereais integrais, leguminosas e carnes magras, reservando doces, petiscos fritos e outras guloseimas para os fins de semana e ocasiões especiais.

2. Praticar atividades físicas em conjunto

Um dos pilares da boa saúde é a prática regular de atividades físicas. Além de evitar o excesso de peso, os exercícios fortalecem músculos e ossos, melhoram a circulação sanguínea e a oxigenação dos tecidos, aumentam a capacidade cardiorrespiratória, contribuem para a saúde mental e protegem o organismo contra diversos tipos de câncer.

Se você e seu parceiro têm uma vida sedentária, que tal adotar uma rotina de atividades físicas em comum? Vocês podem fazer caminhadas, andar de bicicleta, praticar natação, fazer aula de dança ou ir para a academia juntos – tudo depende das preferências do casal!

3. Utilizar métodos contraceptivos

Se vocês não estão planejando ter filhos por enquanto, é essencial utilizar métodos contraceptivos eficazes para evitar uma gravidez indesejada – e essa responsabilidade deve ser compartilhada pelos dois parceiros.

A camisinha masculina é o método mais popular e acessível. Em teoria, estima-se que sua eficácia seja de 98% quando se faz uso perfeito do preservativo. Porém, na vida real, observa-se que esse índice cai para 82%, e isso também vale para a camisinha feminina.

Dessa forma, para que a proteção contra uma gravidez indesejada seja ainda mais alta, o ideal é associar a camisinha com outro método contraceptivo, como a pílula, o adesivo e a injeção anticoncepcional, o DIU de cobre e o DIU com hormônio. A escolha do melhor método deve ser feita com ajuda do ginecologista.

Vale lembrar que métodos como o coito interrompido e a tabelinha apresentam índices de falha de mais de 25%, por isso eles não são recomendados.

4. Proteger-se contra as DST

Entre as diversas formas de evitar a gestação, as únicas que também oferecem proteção contra as DSTs são a camisinha masculina e feminina. Por isso, mesmo que os demais métodos ofereçam mais de 91% de eficácia (chegando a 99,8% no caso do DIU com hormônio), a combinação deles com o preservativo continua sendo indispensável em todo tipo de contato sexual.

como manter a saúde

Além disso, é muito importante que os dois parceiros realizem exames sorológicos para a detecção de DSTs, como hepatite B e C, citomegalovirose, sífilis e HIV.

Lembre-se de que usar camisinha e fazer exames não é uma questão de confiar ou não no parceiro, mas sim de preservar a saúde do casal, pois várias DSTs podem levar muitos anos para manifestar sintomas.

5. Incentivar o parceiro a fazer exames periódicos

Em geral, as mulheres são habituadas desde cedo a fazer consultas periódicas com o ginecologista, mas os homens costumam procurar atendimento médico apenas quando já estão apresentando sintomas.

Entretanto, como diz o ditado, prevenir é melhor do que remediar – e isso é especialmente válido quando se trata da saúde do casal. Ao detectar uma alteração em fase inicial, muitas vezes é possível reverter o quadro apenas com mudanças no estilo de vida, sem a necessidade de fazer um tratamento medicamentoso ou cirúrgico.

Além disso, os exames de rotina são essenciais para ficar de olho em doenças que podem se desenvolver silenciosamente e só apresentar sintomas em estágio avançado, como hipertensão, diabetes, aterosclerose e vários tipos de câncer, como câncer de próstata, câncer de mama e câncer de colo do útero.

Dessa forma, um belo gesto de amor que você pode fazer é incentivar seu parceiro ou sua parceira a ficar em dia com seus exames periódicos. Confira a lista dos principais:

Exames que toda mulher deve fazer

  • Durante toda a vida: hemograma, glicemia em jejum, colesterol e triglicerídeos, TGO e TGP, creatinina, ureia, dosagem de hormônios da tireoide, exame de urina;
  • A partir da adolescência ou início da vida sexual: exame pélvico, exame das mamas, Papanicolau (preventivo para o câncer de colo do útero), ultrassom pélvica, ultrassom transvaginal, sorologia para DSTs;
  • A partir dos 30 anos: ultrassom de tireoide, ultrassom abdominal, colposcopia e vulvoscopia;
  • A partir dos 40 anos: eletrocardiograma, ecocardiograma, mamografia;
  • A partir dos 50 anos: perfil hormonal, densitometria óssea, exame de fundo de olho, pesquisa de sangue oculto nas fezes, colonoscopia.

Acesse o artigo completo para saber mais sobre os exames que toda mulher deve fazer nas diferentes fases da vida.

Exames que todo homem deve fazer

  • Durante toda a vida: hemograma, glicemia em jejum, colesterol e triglicerídeos, TGO e TGP, creatinina, ureia, dosagem de hormônios da tireoide, exame de urina;
  • A partir da adolescência ou início da vida sexual: sorologia para DSTs;
  • A partir dos 30 anos: ultrassom abdominal, radiografia de tórax;
  • A partir dos 40 anos: eletrocardiograma, ecocardiograma, dosagem de PSA, exame de próstata (exame de toque retal), dosagem de testosterona;
  • A partir dos 50 anos: exame de fundo de olho, pesquisa de sangue oculto nas fezes, colonoscopia.

Confira o artigo completo para conhecer mais detalhes sobre os exames que todo homem deve fazer durante a vida.

*****

como manter a saúde do casal

Agora que você conhece essas dicas para manter a saúde do casal em dia, utilize o site ou o aplicativo do MEDPREV para agendar sua consulta ou exame. Namorar também é cuidar um do outro!

Fonte(s): Viva Bem UOL e Biblioteca Virtual em Saúde

posts relacionados
Doação de leite materno: como funciona o banco de leite?
Leia mais...
Transformações que ocorrem no corpo da mãe após o parto e durante a amamentação
Leia mais...