BLOG MEDPREV

5 itens que você precisa saber para se tornar um franqueado da área de saúde

Saiba tudo o que é indispensável na hora de abrir uma franquia de saúde para garantir bons resultados financeiros e perspectiva de crescimento.

Com as recentes mudanças econômicas e de legislação, o Brasil passa por um grande momento de empreendedorismo. Um dos ramos mais visados atualmente é, sem dúvida, o de clínicas médicas. 

As franquias da área de saúde têm ganhado espaço devido ao serviço que oferecem à população ao proporcionar consultas, exames e tratamentos médicos e odontológicos com preços mais populares e abordagens mais inovadoras.

Investir nesse ramo é uma opção segura no cenário brasileiro devido à alta demanda de atendimentos no SUS, que gera uma demora para encaminhamentos de especialidades e de exames de alto custo. Além disso, o valor proposto  para uso dos serviços disponibilizados pelas franquias de saúde, comparado ao de uma mensalidade de um plano de saúde,  é atrativo ao público. 

Além de atender a uma demanda crescente, esse tipo de franquia é interessante por fornecer ao franqueado a possibilidade de começar um negócio sem precisar se preocupar em criar um nome no mercado, afinal o franqueador cede sua marca, que geralmente já é conhecida.

franquia medprev

A primeira grande dica para quem pretende investir em uma franquia é buscar uma marca que já tenha reconhecimento, mas também é necessário atentar para outros fatores importantes que aumentam as chances de sucesso para o seu negócio. 

Confira a seguir alguns pontos importantes que você precisa saber para se tornar um franqueado da área de saúde e ter sucesso:

Passos para abrir uma franquia:

Passo 01: avalie a franquia

Use a internet a seu favor e faça uma boa pesquisa sobre a franquia de saúde e sobre clínicas de atendimento médico com preços populares. Assim, ao conhecer um nome e um modelo que já deu certo, você não corre o risco de investir em uma marca que não ofereça segurança.

Passo 02: fale com outros franqueados

Ao conversar com pessoas que já investem em franquias de saúde você tem a oportunidade de se aproximar da realidade do franqueado e, assim, consegue ter um feedback mais preciso e detalhado. 

Passo 03: pense conforme sua possibilidade de investimento

Abrir uma franquia requer investimento financeiro, e você precisa ter uma boa noção de quanto precisará dedicar ao seu negócio.

Por isso, é importante buscar uma empresa que, além de fornecer os direitos para a abertura da franquia, possa falar sobre dados econômicos, tanto de investimento quanto de retorno. 

A dica nesse âmbito é sempre buscar um franqueador transparente em relação aos aspectos econômicos de suas franquias.

Passo 04: pense em seus funcionários

Ao abrir uma franquia da área de saúde, você vai precisar levar em consideração as pessoas que trabalharão com você. 

É importante analisar o tipo de trabalhador que precisará ser contratado, o número de pessoas necessárias, seus salários e, claro, se essas pessoas precisarão passar por algum tipo de treinamento. 

Em boas franquias de saúde, é possível encontrar suporte para o treinamento de pessoal também, o que é uma boa saída.

Passo 05: encontre o local ideal para a abertura de sua franquia

Ao abrir uma franquia, seja ela qual for, é preciso analisar a região na qual ela estará localizada para entender se esse ponto é acessível e seguro, se é atraente para seu público-alvo, se tem outros pontos semelhantes na mesma região, se precisará de reformas ou construções. 

Esse item é extremamente importante para o sucesso de seu investimento, por isso é interessante buscar uma marca que ofereça suporte para que você encontre um local ideal e que também tenha assessoria sobre aspectos arquitetônicos.

Quanto preciso investir para abrir uma franquia na área da saúde?

Quando você decide abrir uma franquia e entra em contato com a empresa escolhida, você deve receber a Circular de Oferta de Franquia (COF), um documento que tem informações importantes, como taxas, preços totais, obrigações, fornecedores e demais regras contratuais e financeiras. 

Caso você ache necessário, pode pedir auxílio de um contador ou advogado para analisar esses dados.

A partir daí, você pode ter noção de quanto dinheiro precisará investir e de quanto tempo levará para recuperar esse montante investido e obter lucro. Na COF também devem constar valores relacionados a capital de giro.

Os primeiros cálculos são feitos com base em um valor mínimo e um valor máximo de investimento. Esse valor é a soma do capital para instalação, da taxa da franquia e do capital de giro. 

Uma marca com excelentes resultados para os franqueados e que conta com essas informações financeiras detalhadas é o MEDPREV, que oferece franquias para quem busca investir na área de saúde, um setor em crescimento e considerado anti-crise, já que, independente do momento econômico de cada pessoa, ir ao médico é uma necessidade constante.

O franqueado MEDPREV tem acesso a informações contábeis, estruturais, arquitetônicas e de marketing, inclusive o que facilita a escolha de um bom ponto para a instalação da sede da franquia. 

A assessoria da marca tem experiência de mais de 15 anos nesse ramo, tendo alcançado um nível extremamente eficiente para que usuários possam marcar consultas e exames pela internet e paguem apenas quando utilizarem os serviços, sem mensalidades ou taxas de coparticipação.

Ao se tornar um franqueado, o MEDPREV se compromete a auxiliar durante o processo de implantação do PDV e cede todo seu know-how para que cada nova franquia siga a trajetória de sucesso consolidado pela marca. 

*****

Achou a ideia interessante? Então acesse o portal do MEDPREV e se cadastre para ser um franqueado.

posts relacionados
Cresce a procura por consultas médicas a valores populares no país
Leia mais...
Passo a passo para abrir uma franquia: da análise à assinatura do contrato
Leia mais...