BLOG MEDPREV

Entenda o que é afta, como se prevenir e 8 formas de como se livrar dela

Você vive com feridas dolorosas no interior da boca? Então você precisa saber o que é afta, da onde ela surge, como se prevenir e o que fazer para aliviar o desconforto.

Você já teve ter passado pela experiência de estar com uma feridinha na língua ou no interior da boca que causa dor ao falar, comer e bocejar. Para lidar com esse problema da melhor forma, é preciso entender o que é afta e como se prevenir contra essas lesões.

Também conhecidas como “úlcera oral” e “úlcera aftosa”, as aftas não costumam ter complicações graves, mas são bastante incômodas e merecem nossa atenção.

O que é afta?

A afta é uma ferida (lesão) que atinge o interior da boca, incluindo a mucosa da bochecha, o interior dos lábios, a língua, a gengiva e até mesmo a garganta e a úvula e que não envolve a participação de vírus, bactérias ou fungos.

Essas lesões são arredondas e sua cor varia entre branca, amarela e vermelha. Além da dor, a pessoa com afta pode ter ardência e vermelhidão na região da ferida, além de um leve sangramento. As lesões podem ser únicas ou múltiplas e não apresentam pus.

Em cerca de 80% dos casos, as aftas medem de 2 a 3 mm e se curam em cerca de 7 a 10 dias, sem deixar cicatriz (afta minor ou menor). Mais raramente, as lesões podem passar de 1 cm, levam até dois meses para regredir e podem deixar cicatrizes (afta major ou gigante).

Causas da afta

A afta é mais frequente quando a pessoa está com a sua imunidade baixa, como em pacientes que fazem tratamento contra o câncer, que tenham o vírus HIV e que estejam com diabetes descontrolada.

Porém, é possível desenvolver essa lesão mesmo sem apresentar essas condições, pois não há uma única causa para o surgimento da afta. Entre os fatores mais comuns, estão:


  • Alergias a alimentos;

  • Deficiências nutricionais (ferro, vitamina B6, B9 e B12);

  • Desgaste físico;

  • Distúrbios gastrointestinais, como doença celíaca e doença de Chron;

  • Estresse emocional;

  • Excesso de acidez na boca ou no organismo como um todo;

  • Mudanças hormonais;>

  • Tabagismo;

  • Trauma local, como morder a bochecha ou a língua, machucar a mucosa com o aparelho ortodôntico ou lesionar a cavidade bucal ao escovar os dentes.

A maior parte da população apresenta aftas esporádicas, enquanto 10% a 20% dos casos são recorrentes. Desses últimos, 40% dos pacientes têm um histórico familiar positivo para essa condição, sugerindo que pode haver uma influência genética.

Como se prevenir contra a afta

Considerando que as aftas não têm uma única causa e são favorecidas por um desequilíbrio no sistema imunológico, as principais formas de como se prevenir envolvem hábitos que dizem respeito à saúde como um todo, incluindo:

1. Ter uma alimentação adequada

O bom funcionamento das defesas do nosso organismo depende de uma alimentação que consiga suprir todas as nossas necessidades de nutrientes e micronutrientes, especialmente o ferro e as vitaminas.

Para isso, a dieta deve incluir frutas, verduras, legumes, carnes magras e cereais integrais. Uma dica especial é consumir iogurtes e leites fermentados que contenham lactobacilos vivos, pois eles ajudam na prevenção.

Além disso, existem alimentos que devem ter seu consumo reduzido: quem tem tendência a sofrer com as aftas deve evitar as frutas cítricas, como abacaxi e limão, que aumentam a acidez bucal e podem despertar ou agravar o quadro. Alimentos muito duros ou crocantes que possam ferir a mucosa bucal também devem ser evitados.

2. Fazer a higienização bucal de forma correta

Embora as aftas não estejam diretamente relacionadas à falta de limpeza bucal, esse fator propicia o surgimento das cáries, e os dentes atingidos, por sua vez, podem lesionar a mucosa e desencadear as aftas.

Por isso, é necessário escovar os dentes depois de todas as refeições, utilizar o fio dental e fazer bochecho com o enxaguante, além de visitar o dentista regularmente.

Além disso, é preciso prestar atenção na força que se usa durante a escovação, pois um trauma causado pela escova pode favorecer o surgimento das aftas.

3. Adotar cuidados adicionais com o aparelho ortodôntico

O aparelho ortodôntico pode favorecer as aftas caso alguma de suas peças esteja machucando a mucosa. Por isso, caso você esteja sentindo algum incômodo em relação ao aparelho, solicite ao ortodentista que faça um ajuste ou utilize cera apropriada para proteger a cavidade oral.

4. Cuidar da saúde em geral

Como as aftas estão relacionadas a uma imunidade baixa, uma forma de preveni-las é tendo um bom estado de saúde. Para isso, é necessário visitar seu clínico geral regularmente, manter seus exames em dia, praticar atividades físicas e não fumar.

Como se livrar das aftas

Não existe nenhuma forma de se livrar de uma afta imediatamente, mas é possível adotar algumas medidas para acelerar a cicatrização da lesão e amenizar a dor que ela causa, como estes a seguir:

  • Bicarbonato de sódio: dissolva 1 colher de chá em 3 dedos de água e faça bochechos com essa solução 3 vezes ao dia;

  • Água oxigenada: faça uma mistura meio a meio com água e água oxigenada volume 20 e aplique diretamente na afta com auxílio de um cotonete;

  • Leite de magnésia:também com auxílio de um cotonete, aplique uma pequena quantidade do produto sobre a ferida;

  • Própolis: produtos como spray e chás de própolis têm propriedades anti-inflamatórias e cicatrizantes, de forma que você pode aplicá-los nas lesões. Apenas evite sprays que contenham álcool em sua composição, pois ele é um agente de irritação;

  • Antisséptico bucal: faça bochechos com um enxaguante bucal com propriedades antissépticas, de preferência recomendado pelo dentista. Novamente, evite produtos que contenham álcool;

  • Cubo de gelo: coloque um cubo de gelo diretamente sobre a afta, pois a temperatura baixa ajuda a amenizar a dor temporariamente;

  • Medicamentos para afta: pomadas e géis anestésicos e anti-inflamatórios também podem ajudar a amenizar o desconto. Peça orientação ao médico, dentista ou farmacêutico;

  • Laserterapia: é um tratamento feito no consultório odontológico que consiste na aplicação de luz na mucosa bucal. A laserterapia é indolor e ajuda a aliviar a dor, acelerar a cicatrização e prevenir novas lesões.

Agora que você sabe o que é afta e que não há uma forma de eliminá-la imediatamente, você também sabe que o mais indicado é estar por dentro de como se prevenir contra esse problema. Manter um bom estado de saúde geral é o primeiro passo, portanto cuide de você mesmo!

Fonte(s): Minuto Saúde, Sorrisologia e Tua Saúde

Tags: Saúde, cuidado do corpo, medprev, hospital, clínicas, agendamento, afta, prevenção, tratamento

Voltar para   BLOG MEDPREV

posts relacionados
7 hábitos saudáveis que melhoram a qualidade de vida e saúde masculina
Leia mais...