BLOG MEDPREV

8 motivos para investir em franquia na área da saúde

O setor de saúde é um dos que mais crescem nos investimentos de franchising, especialmente pela oferta de atendimento particular com preços acessíveis.

De acordo com um estudo realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 70% dos brasileiros não têm plano de saúde, o que os deixa dependentes do sistema público de saúde, que às vezes está sobrecarregado ou apresenta demora na hora de conseguir marcar consultas e fazer exames.

Sem plano de saúde e sem tempo de esperar nas filas do SUS, é muito comum que as pessoas acabem recorrendo a consultas médicas particulares, que costumam ter preços altos, especialmente se houver necessidade da realização de exames.

Com esse cenário, que é a realidade de muitos brasileiros, a abertura de franquias de saúde tem se tornado um negócio de sucesso justamente porque esse serviço oferece consultas e exames particulares com preços acessíveis, mas sem a necessidade de vínculo mensal, diferente do que acontece com os planos de saúde. 

Ou seja: a pessoa procura uma franquia de saúde apenas quando precisa, paga a consulta realizada (com valor acessível) e não precisa arcar com custos de mensalidade ou outras taxas, além de não ter critérios de carência.

Vantagens de investir em uma franquia na área de saúde

A mesma pesquisa que citamos no início do texto revela também que 25% dos brasileiros acaba usando o próprio dinheiro para pagar por consultas médicas e exames. 

Levando esse dado em conta, a oferta de serviços de saúde com preços acessíveis, e sem perda de qualidade, é uma vantagem imensa para quem busca investir em franquia no setor de saúde.

Além dessa vantagem óbvia, afinal todas as pessoas eventualmente precisam de cuidados médicos, selecionamos mais algumas vantagens que o investimento em franquias de saúde proporciona:

1. A taxa de envelhecimento da população

De acordo com dados levantados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de pessoas com mais de 60 anos dobrou nas últimas duas décadas, e isso se deve, também, ao acesso a tratamentos médicos que melhoram a qualidade de vida da população.

Como a terceira idade exige cuidados mais constantes com a saúde, é natural que esse público busque atendimentos médicos, exames, tratamentos fisioterapêuticos e consultas odontológicas com mais frequência, aumentando o número de atendimentos em franquias de saúde.

2. A necessidade de cuidados médicos em pacientes com doenças crônicas

Doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, necessitam de acompanhamento médico mais criterioso e frequente, até mesmo para monitorar a condição e saber se o tratamento realizado está apresentando bons resultados.

A oportunidade de consultas com preços acessíveis para portadores de doenças crônicas é fundamental e tem relação direta com o sucesso das franquias de saúde – a oferta de serviços de home care também é uma opção importante no setor.

3. O custo elevado de tecnologias diagnósticas e de tratamento

Para reduzir as chances de internamentos e procedimentos cirúrgicos, que têm custos elevados, a oferta de consultas e exames em modelo home care é essencial e se torna aliada na divulgação dos serviços das franquias de saúde. 

4. O aumento do interesse pelo autocuidado 

Com a noção cada vez mais popular de que a prevenção é fundamental para a manutenção de uma boa saúde, serviços de autocuidado (que incluem consultas médicas com especialistas, realização de exames e tratamentos com nutricionistas e fisioterapeutas) são buscados com muita frequência, movimentando o atendimento nas franquias de saúde.

5. Previsões positivas de especialistas

O Brasil é o terceiro país no mundo em termos de investimentos no segmento de saúde e a tendência é a de que esses números aumentem ainda mais no futuro.

O motivo está justamente na oportunidade que a população encontra em receber atendimento médico especializado, com a mesma qualidade do serviço privado, mas com preços acessíveis e sem a necessidade de mensalidade.

O investimento no setor tem, portanto, o aval dos especialistas que estudam negócios de sucesso e suas chances de se manter no mercado.

6. Serviços de saúde são necessários em países como o Brasil

Nosso país tem uma grande população e muitas dessas pessoas não têm como esperar pelo atendimento do SUS, mas também não têm condições de pagar as altas mensalidades dos planos de saúde.

As franquias de saúde surgem para atuar tanto no tratamento quanto na prevenção das mais diversas doenças, e seus serviços têm se mostrado eficientes, cobrindo os buracos deixados pelo sistema público e, dessa maneira, ajudando a população a ter mais qualidade de vida e saúde.

7. Baixa concorrência

O serviço oferecido pelas franquias de saúde é essencial à população brasileira, e o país ainda conta com poucas empresas nesse setor, o que torna a concorrência baixa para quem está investindo agora.

Além disso, uma pesquisa recente revelou que 44% dos investidores anjo têm interesse em investir nos setores de saúde e biotecnologia.

8. Risco mínimo de investimento

Como todas as pessoas precisam de cuidados com a saúde, investir nesse setor tem risco mínimo, pois é praticamente impossível que seu negócio fique às moscas, como pode ocorrer com franquias de serviços ou produtos sazonais, por exemplo.

Além disso, a escolha de uma franquia que já tem uma marca forte no mercado é outro ponto forte para o novo franqueado, que já começará com o pé direito em relação a testes da marca e divulgação, por exemplo.

Se você busca se tornar um franqueado da área de saúde, pode respirar aliviado, pois o setor tende a crescer cada vez mais, garantindo excelente retorno financeiro e permanência no mercado.

O que você precisa fazer na hora de investir em uma franquia é buscar uma marca que já tenha nome consolidado no mercado e que ofereça suporte em termos administrativos, contábeis e arquitetônicos.

É recomendado também que você conte sempre com a ajuda de um contador, para avaliar todos os gastos e prospecções de retorno financeiro; e um advogado, para a análise do contrato e das informações contidas na Circular de Oferta de Franquia (COF).

Seguir esses passos é fundamental para garantir um negócio promissor e com futuro.

posts relacionados
O que é geomarketing e como usá-lo a favor da sua franquia?
Leia mais...
Como conseguir financiamento para abrir uma franquia?
Leia mais...