BLOG MEDPREV

Estudo mostra que iogurte emagrece se consumido de forma correta

Está tentando perder alguns quilinhos? Boa notícia: rico em probióticos, o iogurte emagrece e ainda traz outros benefícios para a saúde.

Você já ouviu falar que iogurte emagrece? De acordo com uma pesquisa de 2017, esse alimento realmente pode auxiliar a perda de peso, sendo um bom aliado para quem deseja eliminar uns quilinhos extras – mas é preciso saber como consumi-lo.

Esse estudo foi realizado pelo Centro Especializado em Obesidade Mórbida, na Noruega, e levou em conta outras 15 pesquisas anteriores, que envolveram 957 pessoas. O resultado foi que o iogurte realmente pode ser um auxiliar do emagrecimento devido ao seu conteúdo de probióticos.

O que são probióticos?

Probióticos são bactérias que têm a capacidade de formar colônias no nosso intestino e promover uma série de benefícios para todo o organismo. Esses microrganismos podem ser encontrados em determinados alimentos, como iogurte, coalhada, leite fermentado, kefir, kombucha e chucrute.

Assim, os probióticos são bactérias que conseguem atravessar todo o nosso sistema digestivo e chegar vivas ao intestino, sendo capazes de sobreviver à acidez do estômago (que mata a maioria dos microrganismos).

Um dos benefícios dos probióticos é que, ao colonizar a mucosa intestinal, eles reduzem o espaço disponível para o crescimento de bactérias maléficas – é uma verdadeira disputa de território. Dessa forma, as bactérias do iogurte dificultam a reprodução de microrganismos que poderiam causar doenças e, ainda por cima, engordar.

Segundo uma pesquisa de 2011 feita pelo Instituto Nacional de Saúde de Phoenix, nos EUA, as bactérias “ruins” favorecem a absorção de calorias pela mucosa intestinal. E o resultado disso, como você pode imaginar, é uma tendência a engordar.

Dessa forma, o iogurte emagrece porque é uma fonte de probióticos, ou seja, ao consumir esse alimento, você está consumindo também essas bactérias “boas” que vão limitar o crescimento dos microrganismos que favorecem o ganho de peso.

Outros benefícios do iogurte e dos probióticos

Além de reduzir a ação das bactérias maléficas que nos fazem engordar, o iogurte e os demais probióticos oferecem outros benefícios para a nossa saúde, como participar da produção da vitamina K, que é essencial para a coagulação sanguínea e evita hemorragias.

Ainda, eles também fazem parte do processo de síntese dos chamados ácidos graxos de cadeia curta, que ajudam nosso organismo a combater infecções, atenuam processos inflamatórios e podem até mesmo proteger contra alguns tipos de câncer.

Como consumir corretamente o iogurte e outros probióticos

Um dos detalhes mais importantes quando se trata do consumo de probióticos é que essas bactérias boas têm uma vida relativamente curta, de no máximo uma a duas semanas. Por isso, esses alimentos precisam ser consumidos regularmente. Caso contrário, os microrganismos maléficos vão voltar a se reproduzir e a ganhar espaço na mucosa intestinal.

Além disso, é preciso dar uma mãozinha a essas bactérias boas e “alimentá-las” da forma correta. É aqui que entram os prebióticos (isso mesmo, escrito com “e”), substâncias provenientes de alguns tipos de carboidratos que nós ingerimos.

Os prebióticos são principalmente fibras capazes de atravessar o estômago intactas, sem serem digeridas. Ao chegar ao intestino, essas fibras servem como alimento para os microrganismos probióticos, ajudando-os a vencer a disputa de território contra as bactérias ruins.

Alguns dos principais alimentos mais ricos em prebióticos são raiz de chicória, alho, cebola, alho-poró, aspargo, banana, maçã, aveia, linhaça e cevada.

Qual é a perda de peso real promovida pelo consumo de iogurte?

Agora que você já conhece a relação entre os probióticos e a perda de peso, vamos voltar ao estudo realizado na Noruega para entender qual é a influência desse alimento na perda de peso.

A pesquisa realmente constatou que as pessoas que consumiram iogurte diariamente emagreceram mais em relação àquelas que consumiram um placebo (alimento sem probióticos). Entretanto, esse emagrecimento não foi muito significativo: em média, os participantes que consumiram probióticos verdadeiros perderam 0,6% do peso corporal no decorrer de 3 a 12 semanas, o que significa que uma pessoa de 70 kg teria emagrecido 420 gramas.

Por isso, para realmente constatarmos que o iogurte emagrece, é preciso dar preferência às versões naturais, sem adição de açúcar, manter uma dieta equilibrada e associar a prática de exercícios físicos. Sozinho, o iogurte infelizmente não faz milagre.

Fonte(s): Wiley Online LibraryNCBI e Dicas de Mulher (1) e (2)

Tags: Saúde, cuidado do corpo, medprev, hospital, clínicas, agendamento, emagrecer, perder peso, dieta, iogurte

Voltar para   BLOG MEDPREV

O MEDPREV foi criado para garantir o acesso da população brasileira a uma saúde digna e de qualidade, disponibilizando especialidades médicas, odontologia e exames dos mais variados.

posts relacionados
7 hábitos saudáveis que melhoram a qualidade de vida e saúde masculina
Leia mais...