Blog

Doenças

Qual é a importância de lavar as mãos corretamente?

A importância de lavar as mãos sempre que tocar em alguma superfície ou tiver contato com outras pessoas está muito em voga desde que a pandemia começou. Se você está […]

A importância de lavar as mãos sempre que tocar em alguma superfície ou tiver contato com outras pessoas está muito em voga desde que a pandemia começou. Se você está se cuidando contra o coronavírus, provavelmente já adotou esse hábito como imprescindível no seu dia a dia.

Entretanto, lavar as mãos não é apenas uma forma de prevenir contra a Covid-19, mas também uma série de outras doenças. Vírus e bactérias utilizam as mãos como “meio de transporte” para irem de uma pessoa para outra ou mesmo para entrarem no organismo. 

Mesmo sem perceber, tocamos os olhos, a boca e o nariz com muita frequência ao longo do dia e o contato com as mucosas é uma porta aberta para a entrada de micro-organismos. Por essa razão, lavar as mãos corretamente não só é importante agora, como também será sempre. 

15 de outubro: Dia Mundial de Lavar as Mãos

Conscientizar a população sobre a importância de lavar as mãos corretamente. Foi com esse objetivo que as organizações internacionais de saúde, em parceria com entidades privadas e ONGs, criou o Dia Mundial de Lavar as Mãos, celebrado sempre no dia 15 de outubro.

O que hoje pode parecer óbvio para a maioria das pessoas, nem sempre foi assim. Foi o médico húngaro Ignaz Philip Semmelweis que, em 1847, postulou os primeiros estudos que indicavam que o ato de lavar as mãos com uma solução clorada após tratar pacientes poderia ser uma forma de reduzir o número de infecções. Após a aplicação da metodologia sugerida, a taxa de mortalidade caiu de 12,2% para 1,2%.

O resultado do estudo acabou se tornando regra em hospitais e instituições de saúde e, posteriormente, foi estendido para o restante da população no dia a dia. Grande parte dos micro-organismos que entram em contato com o nosso corpo o fazem por intermédio das mãos. Por isso, lavar as mãos corretamente não só os elimina do corpo como também impede que eles sejam propagados para outras pessoas.

Para se ter uma ideia, se todas as pessoas lavassem as mãos corretamente todos os dias, a Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que doenças como a diarreia poderiam ser reduzidas em até 40%.

Com que frequência devemos lavar as mãos?

O ideal é que sempre que houver contato com outras pessoas ou superfícies compartilhadas você lave as mãos. Antes e depois das refeições, depois de ir ao banheiro ou sempre que tocar em objetos de uso contínuo ou compartilhado, lave as mãos com água e sabão para evitar que esses micro-organismos se mantenham alojados nos dedos ou nas palmas.

Embora o álcool em gel esteja em alta como um meio eficaz de combate ao coronavírus, você não precisa necessariamente dele para manter as suas mãos higienizadas. Água com sabonete são os itens mais poderosos para deixar as mãos limpas, desde que você a lave corretamente, seguindo os procedimentos recomendados pelos médicos.

Como lavar as mãos corretamente?

Não basta apenas colocar as mãos debaixo da água e achar que tudo está limpo. A completa higienização requer um procedimento mais completo, com duração entre 40 e 60 segundos. Além disso, é fundamental esfregar bem as mãos com sabonete, pois é o produto de limpeza o principal responsável pela remoção dos micro-organismos.

Passo 1. Molhe as mãos com água por pelo menos 5 segundos. 

Passo 2. Aplique na palma da mão uma quantidade de sabonete líquido suficientes para cobrir toda a superfície das mãos. Se utilizar sabonete em barra, certifique-se de esfregá-lo por toda a região, incluindo as costas das mãos.

Passo 3. Ensaboe as mãos, friccionando-as entre si. Esfregue bem as costas das mãos, entre os dedos e sob as unhas, pois esses locais costumam acumular mais sujeira. Faça esses movimentos por pelo menos 30 segundos.

Passo 4. Por fim, enxague bem as mãos com água e depois seque-as em uma toalha limpa ou em papel absorvente.

Importante: retire joias e anéis das mãos antes de iniciar a limpeza. Esses objetos são propícios para o acúmulo de micro-organismos e nem sempre são limpos de forma adequada.

Educação é a melhor forma de prevenção

Quando se trata de lavar as mãos, a educação é a melhor forma de prevenção. Sempre que você levar seu filho ao médico, por exemplo, peça para que ele fale para a criança sobre a importância de fazer a higiene correta das mãos. Da mesma forma, adote esse hábito para a sua vida e o mantenha independentemente de pandemia ou não.

Muitos dos exames laboratoriais que você pode agendar pelo Medprev, como exame de urina ou de fezes, quando solicitado pelos médicos, indicam problemas de saúde que podem ter origem em uma higienização inadequada. 

Em outras palavras, lavar as mãos corretamente e com frequência não muda o fato de que sempre que possível você deve marcar uma consulta com um médico para fazer exames de rotina. 

No entanto, é bem provável que a manifestação de sintomas ou mesmo o desenvolvimento de doenças seja menor quando se adota hábitos de higiene desde cedo.

Dicas de saúde, novidades e soluções no seu e-mail, cadastre-se já!

Fique tranquilo, não enviamos spam para nossos pacientes.