BLOG MEDPREV

Doenças articulares: causas, sintomas e tratamentos

Artrite, tendinite e reumatismo estão entre as principais doenças articulares que acometem os brasileiros, mas há formas de preveni-las e tratá-las.

Independentemente da sua idade, é bem provável que em algum momento da vida você já tenha sentido dores nas articulações. Embora esse problema seja mais recorrente em pessoas mais velhas, jovens também estão sujeitos a desenvolver doenças articulares.

Elas causam sensação de desconforto, incômodo ou dores em partes sensíveis do corpo, como os ligamentos, os tendões, as extremidades ósseas, as cartilagens e as bursas. Como movimentamos constantemente as articulações, é comum que esforços mais significativos ou mesmo o enfraquecimento em razão do avançar da idade resultem em eventuais problemas.

Doenças articulares: causas e formas de prevenção

As doenças articulares podem ser causadas por diversos fatores. Isso inclui lesões, desgastes ou até mesmo doenças. Em geral, o incômodo e a dor são causadas por inflamações ou pela degeneração da cartilagem. Ao realizar movimentos de rotina, o paciente sente que os músculos e tendões são impactados de forma mais significativa, o que provoca desconforto.

Existem várias formas de prevenir ou amenizar os sintomas. No caso da prevenção, a prática de exercícios físicos sob orientação profissional é altamente recomendada como forma de reforçar a musculatura da região atingida. Além disso, manter uma dieta rica em cálcio e vitamina D, controlar o peso, para evitar sobrecarga nas articulações, e fazer alongamentos durante o dia são práticas simples e eficientes que auxiliam a reduzir os riscos de doenças como essas.

As principais doenças articulares que acometem a população

De acordo com o Ministério da Saúde, cerca de 15 milhões de pessoas no Brasil sofrem com dores crônicas nas costas, nos joelhos ou nos ombros. Pacientes da terceira idade são mais afetados, mas esses problemas não estão apenas relacionados com esse perfil. Acima dos 45 anos torna-se mais comum a incidência de doenças como artrite, tendinite e reumatismo.

Artrite

A artrite e a artrose são doenças articulares degenerativas. Elas são causadas em função de inflamações ou desgastes nas articulações, o que dificulta a amplitude de movimentos e, em casos mais graves, provoca dor. São sintomas ainda o inchaço, a sensação de calor no local e vermelhidão da pele na região articular.

As causas da artrite e da artrose incluem alimentação inadequada, excesso de peso, falta de atividades físicas, traumatismos, desgastes articulares em razão do envelhecimento e fatores genéticos. O diagnóstico é feito a partir de exames de imagem, requeridos por um médico reumatologista, e o tratamento pode ser feito com medicamentos, fisioterapia e, em alguns casos, cirurgia.

Tendinite

Como o próprio nome indica, a tendinite é uma inflamação que atinge os tendões, a estrutura fibrosa responsável por unir o músculo ao osso. São exemplos de locais atingidos por esse problema os cotovelos, os ombros, os punhos, os tornozelos e os joelhos, sendo esses três últimos os mais frequentes.

A principal causa das tendinites são as sobrecargas em exercícios físicos ou os movimentos repetitivos realizados em certos trabalhos. Estresse, doenças autoimunes, postura inadequada e envelhecimento natural também estão entre os fatores que causam esse problema. A consequência para o paciente é inchaço e dor localizada. Reduzir os esforços físicos, fazer compressas e utilizar medicamentos prescritos estão entre os tratamentos mais comuns.

Reumatismo

Por fim, outra condição característica das doenças articulares é o reumatismo, termo utilizado para designar mais de uma centena de problemas que podem afetar as articulações. Como origem, há múltiplos fatores que podem gerar essa condição. Dores nas articulações e dificuldade em fazer movimentos com os braços ou com as pernas são os sintomas mais comuns.

Em termos de tratamento, é fundamental identificar a causa do problema. O uso de medicamentos é a abordagem mais comum, mas essa é uma decisão do médico reumatologista após a realização de exames de imagem que comprovem condições inflamatórias ou de desgaste.

.....

Se os sintomas mencionados, como inchaço, vermelhidão nas articulações ou dores mais intensas persistirem por mais de três dias, a recomendação é que você agende uma consulta no Medprev. O quanto antes você descobrir a causa do problema, menor será a sobrecarga na articulação, o que aumenta as chances de sucesso no tratamento.

posts relacionados
O que é Doença Falciforme e quais as formas de diagnóstico e tratamento?
Leia mais...