BLOG MEDPREV

Dia do Nutricionista: saiba a importância desse profissional para a sua alimentação

Mais do que passar dietas para emagrecer, o nutricionista pode te ajudar a prevenir doenças e conquistar qualidade de vida por meio da alimentação saudável.

Você sabia que em 31 de agosto é comemorado o Dia do Nutricionista? A data foi escolhida em homenagem à criação da Associação Brasileira dos Nutricionistas, que ocorreu em 1949. Embora quase sempre esteja associado a dietas de emagrecimento, esse profissional é essencial para a nossa saúde e realmente merece um dia só para ele!

O nutricionista é quem mais entende sobre os alimentos e os efeitos deles em nosso corpo. Por isso, ele é um profissional indispensável para nos ajudar a ter uma alimentação saudável e, assim, conquistar mais qualidade de vida.

Conheça as diferentes áreas da nutrição 

Quem deseja perder peso realmente encontra no nutricionista um grande aliado para fazer isso de forma saudável, sem recorrer a dietas radicais. Porém, existem muitas outras áreas em que esse profissional pode atuar. Confira:

1. Nutrição clínica (consultório)

A nutrição clínica é uma especialidade que atua na prevenção e no tratamento de doenças e problemas de saúde associados à alimentação. Assim, o nutricionista clínico presta atendimento individualizado para pessoas com os mais diversos objetivos.

Atuando em clínicas e consultórios, o nutricionista pode elaborar um plano alimentar específico, prescrever suplementos e prestar orientações para pessoas que buscam: 

  • Emagrecer ou ganhar massa; 
  • Controlar a diabetes, o colesterol, a hipertensão e outras doenças; 
  • Evitar ou eliminar o consumo de glúten ou lactose;
  • Controlar alergias alimentares;
  • Preparar-se para uma cirurgia;
  • Reaprender a se alimentar depois de uma cirurgia bariátrica;
  • Adotar uma dieta vegetariana ou vegana sem prejudicar o organismo;
  • Fazer uma reeducação alimentar para ter uma vida mais saudável.

Muito mais do que “passar uma dieta”, o nutricionista busca conhecer o estilo de vida, as preferências alimentares e as condições orgânicas de um paciente para assim promover a reeducação alimentar e proporcionar melhores condições de saúde.

dia do nutricionista

2. Nutrição esportiva

O nutricionista esportivo é o profissional especializado em atender atletas profissionais ou amadores, proporcionando benefícios a eles por meio da alimentação. 

Dependendo das exigências do esporte ou da atividade física, o nutricionista pode contribuir com o paciente ao indicar planos e suplementos alimentares com diversos objetivos, por exemplo:

  • Melhorar o desempenho do atleta no geral;
  • Aumentar a força, a velocidade ou a resistência durante a prática esportiva;
  • Reduzir o tempo de recuperação do organismo depois do treino;
  • Atingir ou manter o peso adequado.

A presença do nutricionista esportivo é frequente em equipes e clubes, mas ele também pode atuar em consultório, de forma semelhante ao nutricionista clínico, e prestar atendimento individual.

3. Nutrição funcional

Todo nutricionista que atende pacientes individualmente leva em consideração as necessidades específicas de cada pessoa, mas essa preocupação é ainda maior para o nutricionista funcional.

Essa subárea da nutrição busca entender como as necessidades e os desequilíbrios orgânicos do paciente estão relacionados à sua alimentação, seja pela falta ou pelo excesso de determinados nutrientes.

Assim, o nutricionista funcional analisa a individualidade bioquímica e genética da pessoa para elaborar um plano alimentar que atenda às necessidades nutricionais em nível celular e reduza as inflamações.

4. Nutrição comportamental

Como o próprio nome indica, a nutrição comportamental não leva em conta apenas o ato de comer em si, mas o comportamento do paciente em relação à comida, englobando questões como culpa, compulsão, traumas e outros aspectos emocionais envolvidos na alimentação.

importância do nutricionista

Dessa forma, em vez de elaborar dietas, a atuação do nutricionista comportamental envolve muita escuta, conversa e técnicas para auxiliar a pessoa a construir um relacionamento positivo com a comida e, em consequência, adotar uma alimentação saudável para a vida toda.

5. Nutrição domiciliar, ambulatorial e hospitalar 

Além de atuar em consultório, o nutricionista clínico pode atender pessoas que estão recebendo cuidados médicos em casa ou em instituições de saúde, como clínicas e hospitais, ou prestar orientações a populações específicas, como os moradores de casas de repouso.

Dependendo das necessidades do paciente e do ambiente em que ele se encontra, o nutricionista pode elaborar um plano alimentar específico para cada necessidade, como restabelecer os níveis de determinado nutriente (ferro, vitamina D, proteínas etc.), ou estabelecer uma nova rotina de refeições na residência.

Outras áreas de atuação do nutricionista

Além de atuar diretamente com pacientes individuais na promoção da alimentação saudável, o nutricionista pode estar presente em diversas empresas e instituições, incluindo funções como:

  • Indústria de alimentos e suplementos alimentares: pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, controle de qualidade e treinamento da equipe;
  • Cozinha industrial (cozinha de escolas, hospitais, hotéis, empresas etc.): elaboração de cardápio adequado ao público, controle das condições de higiene e seleção de fornecedores;
  • Gastronomia: criação de pratos exclusivos, elaboração de cardápios para atender determinadas restrições alimentares e adaptação de receitas para um público específico.

Independentemente do local onde esse profissional atua, seu objetivo final é sempre promover a alimentação saudável e proporcionar mais qualidade de vida às pessoas. 

*****

Que tal aproveitar o Dia do Nutricionista para cuidar melhor de você mesmo? Agende sua consulta pelo site ou aplicativo do MEDPREV.

Fonte(s): Saúde Abril, Cia de Estágios, Unasp e CRN2

posts relacionados
Qual é a diferença entre endocrinologista, nutrólogo e nutricionista?
Leia mais...