Blog

Curiosidades

Quais as diferenças entre os testes para Covid-19?

Enquanto a vacina contra a Covid-19 não é disponibilizada para a maior parcela da população brasileira, os cuidados de saúde para prevenção do coronavírus permanecem. Distanciamento social, uso de máscara […]

Enquanto a vacina contra a Covid-19 não é disponibilizada para a maior parcela da população brasileira, os cuidados de saúde para prevenção do coronavírus permanecem. Distanciamento social, uso de máscara e álcool em gel para limpar as mãos seguem sendo itens obrigatórios.

Entretanto, mesmo com todos esses cuidados ainda assim é possível contrair o vírus. Ao perceber sintomas da doença ou ao ter contato com pessoas que tenham sido diagnosticadas com o vírus, a recomendação é realizar um teste para verificar se estamos ou não contaminados.

Porém, há mais de um tipo de teste disponível e recorrer ao exame errado pode não só comprometer o resultado como também agravar o seu quadro de saúde. Neste artigo, falaremos sobre os dois principais testes de detecção de Covi-19 disponíveis nas unidades da Medprev.

Teste RT-PCR

Considerado o principal teste de referência para diagnosticar o vírus, o RT-PCR tem como objetivo identificar a presença do vírus no organismo por meio da amplificação do ácido nucleico. Esse teste é indicado para pacientes que suspeitam estar no início da doença, mais especificamente na primeira semana, quando há grandes quantidades de vírus no organismo.

Para a coleta, um swab (cotonete) é colocado no nariz (nasofaringe) e na garganta (orofaringe). A amostra é coletada por um profissional de saúde capacitado em hospitais, prontos-socorros, ambulatórios ou clínicas. 

Importante: caso o teste seja feito de forma precoce (primeiros três dias pós contato com o vírus) ou muito após a infecção (mais de três semanas após o contato com o vírus), o resultado será do tipo “falso-negativo”. Sendo assim, o ideal é esperar ao menos uma semana para realizar o teste após o presumido contato com o vírus.

Testes sorológicos

Já os testes sorológicos são indicados para pacientes que já foram infectados pelo vírus, ou seja, a partir da segunda semana do presumido contato. Isso se deve ao fato que após esse período a quantidade de vírus diminui progressivamente, graças à produção de anticorpos das classes IgG e IgM.

Assim, o teste identifica quais anticorpos estão presentes no organismo. Nesse caso, a coleta é feita por meio de exame de sangue. Porém, os especialistas alertam que, ao procurar esse tipo de exame, é possível que já seja tarde demais para algum tipo de intervenção médica. 

Portanto, o ideal é buscar os testes do tipo RT-PCR se houver sintomas ou suspeita de infecção e os sorológicos apenas para confirmação posterior da doença (pós fase de recuperação, ainda que assintomática).

Quando devo fazer um teste de Covid-19?

Algumas localidades exigem testes de Covid-19 como pré-requisito. É o caso de alguns países, que requerem essa comprovação já no processo de imigração. Atletas profissionais também precisam se submeter a exames periódicos antes da disputa de competições ou viagens. 

Entretanto, a recomendação dos especialistas é a de realizar exames como esses apenas em casos nos quais sintomas se manifestem. Dada a escassez de testes no mercado internacional, se não houver suspeita não há sentido a realização da testagem. O ideal é sempre agendar uma consulta e verificar com o médico a necessidade ou não da coleta de amostra. 

…..

As unidades da Medprev em Curitiba disponibilizam mediante agendamento a realização dos exames RT-PCR (resultado de 4 a 7 dias úteis) e IGG/IGM (resultado de 1 a 2 dias úteis). Basta acessar essa página e fazer o agendamento via WhatsApp ou telefone. Ao perceber sintomas de coronavírus, agende imediatamente uma consulta com um médico para obter orientações mais detalhadas sobre os procedimentos de tratamento.

Dicas de saúde, novidades e soluções no seu e-mail, cadastre-se já!

Fique tranquilo, não enviamos spam para nossos pacientes.